quarta-feira, 7 de maio de 2008

FESTIVAL BRASIL TELECOM DE KITESURF WAVE 2008

Cerca de 50 atletas participaram do evento e grandes nomes do kitesurf nacional estiveram presentes, como o vice-campeão brasileiro Robertinho Vieira (BA), o terceiro colocado no ranking brasileiro João Henrique (CE) e Guilly Brandão (SP), 3 vezes e atual Campeão Brasileiro Kitewave, também sendo o melhor brasileiro colocado no mundial de Kitewave.

Desde o dia 07 de março, data de inicio do evento, o sol brilhou forte e o público lotou o point do Riozinho, na praia do Campeche em Florianópolis, SC. Na água os atletas aproveitaram as boas condições e desfilaram suas pipas coloridas na regata inaugural do evento. Foi um momento único e especial que ficará guardado na memória de todos que estiveram na praia naquele final de semana, onde cerca de 40 pipas coloriram os céus do Riozinho.

Na segunda-feira, dia 10, o vento nordeste soprou na casa dos 13 nós e foram realizadas as baterias de kitewave feminino. A força das mulheres no kitesurf ficou evidente com disputas eletrizantes que consagraram Samanta Marins como a vencedora da categoria. Ainda neste dia a regata novamente coloriu o céu do Campeche com a participação de mais de 20 atletas.

Na seqüência, no dia 11, o vento virou para Sul e os competidores realizaram um desafio de Hang Time, modalidade em que o atleta dá um salto, voa com sua pipa e procura permanecer o maior tempo no ar, tendo que pousar de pé para completar a manobra. O destaque do dia foi o Luiz Roberto Formiga que voou 4,8 segundos e fez a melhor marca do dia.

Na quarta-feira dia 12, o mar aumentou com ondas de até um metro e meio e o vento constante ficou na casa dos 16 nós, possibilitando o primeiro round da single elimination da categoria kitewave open. Nesse dia, os atletas que avançaram para o segundo round foram: Fabinho da Barra, Roberto Pulga, Marc Conrad, Alexandre Magrinho, Robertinho da Bahia, Vitor Pimpolho, Zelismar Zebola e Duda Negão.

Quinta-feira, dia 13, foi o dia que o campeonato avançou até a decisão final. Ótimas condições e show de Kitesurf incendiaram o Riozinho mais uma vez. As condições eram clássicas na praia, com vento sul na casa dos 20 nós e ondas um metro. As baterias foram super disputadas e na continuação da single elimination o atleta de Ibiraquera Alexandre Takeo Magrinho levou a melhor e conquistou à primeira colocação. Zelismar Zebola ficou com o segundo lugar seguido por Robertinho da Bahia. Depois da decisão da single começaram as baterias da repescagem e quem acabou se destacando foi o atleta local Ian Owczarzack. Após avançar três baterias seguidas, Ian chegou à final da repescagem e já havia desbancado grandes favoritos da competição. Mostrando um surf de alto nível, manobrando com estilo e tendo boa leitura das ondas, Ian chega à final contra o grande campeão da single elimination Magrinho e numa disputa eletrizante acaba ganhando, chegando a primeira colocação. Foi um verdadeiro show de kitewave no riozinho.

Na sexta-feira dia 14 as boas condições do vento sul e do mar continuaram e outro Hang Time hipnotizou o público presente, dessa vez o destaque foi Renato Freitas que conseguiu um vôo de 5,16 segundos. No período da tarde, a single elimination da categoria kitewave sport também aconteceu e quem levou a melhor foi o atleta local Flávio Alves Machado que derrotou na bateria final Anders Owczarzack, segundo colocado. Outra single elimination da categoria kitewave open foi iniciada e Ian Owczarzack, continuou firme na liderança da competição, vencendo Marc Conrad em outra final épica.

Enquanto o bicho pegava dentro da água os alunos do Colégio Estadual Januária Texeira da Rocha participaram de uma gincana de caça ao lixo e depois conheceram um pouco mais do kitesurf através de palestras e demonstrações organizadas pela FECAKITE, mostrando a responsabilidade ambiental e social do festival.

No sábado, dia 15 vários veículos de comunicação estiveram presentes no Riozinho para cobrir este evento inédito no Estado de Santa Catarina. No final do dia a chuva caiu sobre as areias do Campeche e impossibilitou a continuação das provas o que fez que Ian Owczarzack se tornasse campeão do evento por antecipação.

O Festival Brasil Telecom de Kitesurf Wave Riozinho encerrou sua primeira edição no domingo, dia 16 de março de 2008, após nove dias de muito kitesurf, excelentes condições e muita competição. No podium, além de bonitos troféus personalizados aconteceu entrega de passagens para o Hawaii, Peru e Fortaleza ao primeiro, segundo e terceiro colocados da kitewave open, respectivamente. Aos primeiros colocados das outras categorias (sport, feminino e regata), troféus, pranchas de kitewave, kits de premiação e medalhas. O evento terminou como começou, de forma espetacular, reunindo a imprensa local e um grande público. Para conferir o resultado final da competição acesse www.fecakite.com.br na seção ranking. Lá você também confere fotos e vídeos do festival.

Diante do sucesso do evento, a FECAKITE está buscando a viabilização de uma etapa do circuito brasileiro de kitesurf wave ou quem sabe até do mundial.

Um abraço, bons ventos e boas ondas,

Rafael Augusto Caser Silva
Presidente da FECAKITE
rafael@fecakite.com.br
rafael_acs@hotmail.com

(48) 8403-4818

Carolina Carvalho
Assessora de Imprensa
assessoria@fecakite.com.br
caroljornalista09@hotmail.com

(48) 9105-1272
Fonte: de Olho no mar

Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Ocorreu um erro neste gadget
Template by - Abdul Munir | Daya Earth Blogger Template | Política de Privacidade