segunda-feira, 15 de dezembro de 2008

Marco Polo é bicampeão

Altas ondas e grandes emoções marcaram o encerramento da quinta e última etapa do Oakley Santa Catarina Surf Pro 2008 neste belo fim de semana na praia da Vila, em Imbituba (SC).

O atleta Guilherme Ferreira de Florianópolis liderou o ranking durante toda temporada e mesmo fazendo a melhor nota do evento (9,33) e o melhor somatório da competição (17,50) na primeira bateria do segundo round, acabou perdendo nas oitavas-de-final, e precisou torcer pela queda dos seus principais adversários para poder ficar com o título do Circuito.

Mas, Marco Polo, campeão catarinense profissional e Sul-brasileiro em 2007, natural de Araranguá, no sul do estado, o principal oponente de Gui Ferreira, que precisava chegar até as finais e ficar em terceiro lugar na etapa da praia da Vila, fez tudo certo, chegando às finais e
Competidores comemoram no pódio da etapa decisiva. Foto: Basílio Ruy.

fazendo 9,17 e 6,40 pontos, que confirmaram sua vitória em uma bateria de tirar o fôlego na final, garantindo o bicampeonato catarinense profissional com muita garra e competitividade.

“Estou muito feliz, consegui me superar psicologicamente durante a bateria. Eu estava na pressão de não poder ficar em quarto, os outros adversários começaram a pegar as ondas e nada entrava pra mim, me concentrei, acreditei em mim, peguei a minha primeira onda e fiz 6,40 pontos. Aí me deu o gás e logo na seqüência peguei a minha melhor onda na bateria, fazendo um 9,17 que confirmou meu título aqui nesta praia alucinante”, diz Marco Polo.

“Gostaria de dedicar esta conquista a um amigo e técnico, que é o Ravenga, ele acreditou no meu trabalho. Eu realmente estou muito feliz e agradecido a todos, principalmente à Fecasurf por nos proporcionar eventos com qualidade e organização”, declara Marco Polo, muito empolgado com sua conquista.

“Estou muito contente por ter feito a final, com isto estou evoluindo e me preparando para o Supersurf 2009 onde quero fazer o meu melhor”, comenta Beto Mariano, feliz com a segunda colocação na etapa da praia da Vila.

Na briga pela última vaga para o Supersurf 2009 o Baiano Alandreson Martins confirmou seu acesso à elite do surf nacional através do ranking do Circuito Catarinense Profissional 2008 da Fcasurf.

"Muito irado, estou bem satisfeito com a minha participação nos eventos. Farei o possível para me dar bem no ano que vem e representar Santa Catarina no Circuito Brasileiro, junto com os catarinenses que também já confirmaram seus nomes no Supersurf", comenta Alandreson Martins, contente pela terceira colocação na etapa e a conquista da vaga para o Supersurf.

“Este ano foi muito importante para a Fecasurf, estamos muito satisfeitos, conseguimos realizar grandes eventos nacionais, internacionais e principalmente carimbar os nossos circuitos como os melhores do Brasil. A Oakley já confirmou sua parceria para o próximo ano no Circuito Catarinense Profissional e teremos cinco etapas durante a temporada 2009, com a premiação de R$ 20 mil por etapa. Agradecemos a todos parceiros, atletas, staff técnico, enfim, todos aqueles que contribuíram de alguma forma para o sucesso desta temporada”, declara Fred Leite, presidente da Federação Catarinense de Surf.

O Oakley Santa Catarina Surf Pro conta com patrocínio da Oakley, Lojas Sul Nativo, Goofy e Governo do Estado de Santa Catarina. Apoio: Prefeitura Municipal de Imbituba, Fundação Municipal de Esportes, Imbituba Praia Hotel, Hotline, Waves.Terra, Bully’s, Dalila Têxtil, Associação de Surf de Imbituba, Jornal Drop, Revista Solto, Floripa Turbo, RIC Record, Portal Its e Hemosc. Homologação: Federação Catarinense de Surf é homologado pela Associação Brasileira de Surf Profissional (ABRASP) e pela Confederação Brasileira de Surf (CBS).

Resultados da última etapa do Circuito Catarinense Profisisonal 2008

1 Marco Polo (SC)

2 Beto Mariano (SC)

3 Alandreson Martins (BA)

4 Felipe Teixeira (SC)

5 Tânio Barreto (AL)
5 Guga Arruda (SC)

7 Tomaz Hermes (SC)
7 Bruno Galini (BA)

9 Caetano Vargas (PR)
9 Moa Soares (SC)
9 Fábio Carvalho (SC)
9 Pedro Norberto (SC)

Ranking final

1 Marco Polo (SC) – 5.940 pontos
2 Guilherme Ferreira (SC) – 5.360
3 Tomaz Hermes (SC) – 5.120
4 William Cardoso (SC) – 5.010
5 Tânio Barreto (AL) – 4.940
6 Alandreson Martins (BA) – 4.630
7 Fábio Carvalho (SC) – 4.400
8 Beto Mariano (SC) – 4.380
9 Pedro Norberto (SC) – 4.130
10 Diego Rosa (SC) – 4.080

Fonte
Foto: Basílio Ruy

Domingo de campeões no Circuito Gaúcho de Surf Amador 2008

O Circuito Gaúcho de Surf Amador conheceu seus campeões neste final de semana (13 e 14/12), no píer de Tramandaí, durante a disputa da última etapa do certame, o OP Series 2008. Ao todo, nesta etapa, foram distribuídos R$ 15.000,00 (quinze mil reais) em prêmios, além de 2.000 pontos no ranking do Amador Gaúcho. Os surfistas, divididos em 10 categorias, duelaram a cada onda nas 11 etapas do Circuito durante o ano.

O OP Series foi disputado em ondas regulares, que variaram entre meio e um metro, com ondas maiores na série. O público prestigiou os dois dias do evento, marcado pelo sol forte e duelos espetaculares dentro da água.


O surfista Tiago Braga é o melhor atleta na categoria Open do Rio Grande do Sul em 2008. Após brigar ponto a ponto com José Luiz Mello, o Zezinho, durante toda a temporada, Braga não deu chances e garantiu o título com a vitória do OP Series 2008. Nesta etapa Felipe Pedra Martins ficou em segundo, Luciano Fornari em terceiro e José Luiz Mello em quarto lugar respectivamente. "Quero agradecer primeiramente a Deus. Estou feliz, esta foi a etapa mais disputada que já participei, o Zezinho está de parabéns. Ele além de um grande amigo é um grande surfista, um batalhador. Agora quero focar no Brasileiro e depois me profissionalizar. Todos os atletas estão de parabéns", comentou Tiago Braga.



No primeiro dia as emoções ficaram por conta dos irmãos Fornari, que venceram nas categorias Sênior e Longboard, por antecipação, pois as finais ocorreram na manhã do domingo. Cristiano liderou praticamente todo o Circuito na Sênior, mas na última etapa Luciano surfou melhor e ficou com o título, garantindo o bicampeonato. "Estou feliz pelo título. Foi bom que ficou em família. Até o meio do ano não esperava chegar ao título, mas com os resultados comecei a ver que dava para pensar em algo mais", finaliza.

Cristiano Fornari aproveitou a ausência do seu maior adversário na briga na categoria Longboard, André Gajko, e tratou de garantir o primeiro lugar no circuito estadual. "Este título estava engasgado, porque em 2005 retiraram o pranchão do circuito gaúcho. Eu venci diversas etapas internas de associações, mas não valeu pelo Estadual. No ano da minha volta consegui vencer, estou muito feliz", comentou.

No naipe feminino, Natalia Navarro ficou em segundo lugar na etapa, garantido o título do Circuito. Marta Buchweitz levou a melhor no OP Series e Mariana de Bortoli ficou em terceiro. Segundo Navarro mesmo com o título garantido esta etapa era importante. "Entrei na água sabendo que já era a campeã, mesmo assim encarei minhas adversárias com muita seriedade e respeito. Sempre quero vencer. Estou feliz pela conquista do tetracampeonato gaúcho. Agora quero tentar patrocínios para disputar o Brasileiro Amador e também competir mais em Santa Catarina. Agradeço a todas as pessoas que me apoiaram neste ano e em toda minha vida no surf. Esta vitória é deles também", finalizou.

Guilherme Pereira é o grande campeão Estadual da categoria Grommets. Na disputa do OP Series quem se deu bem foi Maui Machado, mas não foi suficiente para tirar o título de Pereira, que ficou em segundo na etapa. Gabriel Machado foi o terceiro e Luy Arman o quarto colocado em Tramandaí. "Estou feliz por conquistar a primeira vez o Circuito Gaúcho. Quero agradecer primeiramente a Deus e a Iemanjá. Também não posso deixar de agradecer a minha família e meus amigos. Estou muito feliz", declarou Pereira.

O grande campeão Estadual da categoria Júnior é o surfista Bruno Lopes. O atleta garantiu o título após vencer o OP Series neste final de semana. Kaian Bernardo ficou com o vice do OP e do Circuito. Josias Pedrinha e Bruno Carneiro ficaram nesta etapa em terceiro e quarto lugares respectivamente. "Foi para fechar meu ano com chave de ouro. Treinei o ano inteiro conciliando com meus estudos e ainda me preparando para o vestibular. Estou feliz pela vitória. Quero agora buscar patrocínios para o ano que vem competir em busca de mais resultados positivos", comentou Lopes.

Marcel de Rose é o melhor surfista do Estado na categoria Máster. O atleta garantiu o título após ficar em segundo no OP Series, vencido por Marcelo Moojen. Antonio Bonna garantiu o terceiro e Ângelo Gulea o quarto lugares da etapa. Segundo Marcel, esta conquista serviu para confirmar um bom ano. "Foi um ano muito feliz para mim. Tenho treinado bastante e acredito que os resultados devem continuar aparecendo ano que vem. Quero buscar o bicampeonato em 2009. Esta vitória é de todos que acreditam no meu potencial e sempre me apóiam." finalizou.




Entre os Petiz, Luy Arman entrou na água com o título de melhor em sua categoria já garantido. Mesmo assim, o atleta conquistou o OP Series, deixando em segundo lugar Gabriel Machado, em terceiro Kadu Sieben e em quarto Lucas Souza. "Troquei de prancha para evoluir o nível do meu surf. Este ano pude ver os resultados. Agradeço a Deus e minha família. Entrei na final do OP para surfar e me divertir, e consegui a vitória. Estou muito feliz pela conquista", declarou.

Entre os Iniciantes o melhor atleta de 2008 foi Luciano de Mattos, que entrou na água com o título já garantido. Com o primeiro lugar também na etapa, Luciano conseguiu mais um título, o de maior pontuador da temporada, com 10.870 pontos de 11.5000 possíveis. Mas não parou por aí, de quebra ele levou para casa também o título de melhor atleta na categoria Mirin. "Quero primeiro agradecer a Deus e minha família, que sempre me apóia, além do meu patrocinador. A vitória é fruto do meu treinamento, venho de uma lesão no pé direito e tive pouco tempo para recuperar, mesmo assim não dei mole e fui buscar os dois títulos. Estou muito feliz, agora quero focar para o campeonato brasileiro em 2009 e continuar mandando no Rio Grande do Sul", declarou.

Com o título Estadual da Sênior já definido para Luciano Fornari, o atleta Felipe Pedra Martins entrou focado e levou a melhor o OP Series 2008. Mauricio

Na categoria Interna, formada apenas por atletas de Tramandaí, quem se deu bem foi o atleta Kaian Bernardo. Peterson Marchese ficou em segundo, Humberto Rocha, em terceiro e Fernando Fiamet em quarto lugar.

O cronograma de baterias do OP Series pode ser conferido no site www.surfpro.com.br.

O fundador da marca OP e surfista, Sidão Tenucci, acompanhou de perto as disputas das finais do OP Series 2008. "Os atletas gaúchos estão de parabéns pela garra e determinação. Não é fácil encarar uma mar como o do Rio Grande do Sul. Estou feliz por voltar a apoiar campeonatos de surf aqui neste Estado, que além de apaixonado, é extremamente dedicado ao esporte", comentou.

Para o presidente da Federação Gaúcha de Surf, Orlando Carvalho, o importante neste ano foi formar novos atletas e fomentar o esporte. "Cumprimos a risca nossas metas. O ano serviu para confirmar novos talentos e ver o crescimento de cada um dos nossos surfistas. O Circuito todo foi muito disputado, com atletas lutando até o último segundo pelo título. Isto nos deixa muito feliz e mostra que estamos no caminho certo. Todos nossos atletas estão de parabéns", finalizou.

Apresentado pela Corsan e Planeta Surf, o OP Series 2008 contou com o patrocínio da Darshan, Glass Brothers, Clube Surf e Prefeitura Municipal de Tramandaí. O apoio foi da Fundergs, Meltex, Pizzaria Mare Mio, Hotel Centenário e ASTRI – Associação de Surf de Tramandaí. A realização foi da Espírito Radical com supervisão da Federação Gaúcha de Surf.


Gabriel de Mello
Assessoria de Comunicação da Federação Gaúcha de Surf
51 99429922

Fotos de Caio Guedes

terça-feira, 9 de dezembro de 2008

Inscrições abertas para o OP Series em Tramandaí

Um dos mais tradicionais palcos do surf gaúcho servirá de cenário para a grande decisão do circuito amador do Rio Grande do Sul. Nos dias 13 e 14 de dezembro, o píer de Tramandaí recebe o OP Series, evento que encerra oficialmente a temporada 2008 do surf gaúcho. Valendo 2.000 pontos no ranking, a prova distribui um total de R$ 15.000,00 (Quinze mil reais) em prêmios e apontará os novos campeões estaduais em 10 categorias distintas.

As inscrições já estão abertas e podem ser feitas através de depósito bancário diretamente na conta da Federação Gaúcha de Surf (Banco Banrisul, agência 0077, conta corrente 06.8505.12-07). O valor é de R$ 60,00 para a categoria Open e R$ 50,00 para as demais (Sênior, Master, Junior, Mirim, Iniciantes, Feminino, Longboard). Já a Groomets o custo é de R$ 10,00, enquanto que a Petiz está isenta de pagamento. Os atletas filiados e pagantes da FGSurf terão o desconto de R$ 10,00 exceto na categoria Groomets.

Para validar a inscrição, o atleta deve efetuar o depósito impreterivelmente até a quinta-feira, dia 11 de dezembro, e enviar o comprovante através de e-mail para o endereço lab.rs2@daruma.com.br sem esquecer de indicar no corpo da mensagem o nome, data de nascimento e categoria desejada. Além disso, é importante levar o comprovante do depósito no dia do evento e apresentar para o Tour Manager da Federação, Sr Jéferson Rabassa.

As baterias serão divulgadas no site da Federação Gaúcha de Surf (www.fgsurf.com.br) no final da tarde de sexta-feira (12/12).

Apresentado pela Corsan, o OP Series 2008 tem o patrocínio da Darshan, Glass Brothers, Clube Surf e Prefeitura Municipal de Tramandaí. O apoio é da Fundergs, Meltex, Pizzaria Mare Mio, Hotel Centenário e ASTRI – Associação de Surf de Tramandaí. A realização é da Espírito Radical com supervisão da Federação Gaúcha de Surf.

Texto Carlos Vargas

Telefones úteis:

Orlando Carvalho (Presidente FGSurf) – (51) 8403 7590 e e-mail orlandocarvalho@fgsurf.com.br

Emílio Palmeiro (Diretor Técnico FGS) – (51) 9237 4245 e e-mail emiliopalmeiro@hotmail.com

Jéferson Rabassa (Tour Manager FGS) – (51) 9968 5817 e e-mail lab.rs2@daruma.com.br

Gabriel de Mello (Assessor de Comunicação FGSurf) - (51) 99429922 e e-mail imprensafgsurf@gmail.com

Carlos Vargas (Assessor de Comunicação OP) - (51) 91045063 e e-mail news@surfimprensa.com.br

segunda-feira, 8 de dezembro de 2008

Marco Polo conquistou o SMOLDER/Banrisul Pro Tour

O surfista catarinense Marco Polo conquistou o título de campeão do SMOLDER/Banrisul Pro Tour 2008, válido pela última etapa do Estadual Profissional de Surf e pelo Circuito Brasil Tour (divisão de acesso do surf brasileiro). A competição disputada na praia dos Moles, em Torres, distribuiu ao todo R$ 15.000,00 (quinze mil reais) em prêmios, além de 1.500 pontos no circuito gaúcho e mais 250 pontos para o Brasil Tour. O baiano Alandersson Martins ficou com o vice-campeonato, Gabriel Pastori (RJ) em terceiro e o catarinense Guilherme Ferreira ocupou a quarta colocação. O gaúcho melhor colocado foi Renan Borba, que caiu na semifinal.

O SMOLDER/Banrisul Pro Tour foi marcado pelo sol forte e boas ondas. O alto nível da competição garantiu um grande espetáculo para quem compareceu a praia dos Moles, em Torres, no final de semana. Para chegar ao título, Marco Polo somou 12.75 pontos em suas duas melhores ondas. Alanderss Martins conseguiu 9.20 pontos, enquanto Gabriel Pastori somou 7.60 e Guilherme Ferreira 3.00. Renan Borba (8.50), o gaúcho melhor colocado na disputa não passou pela bateria de semifinal contra Alon Campestrini (11.05), Guilherme Ferreira (11.25) e Gabriel Pastori (12.75), ficando fora da final. Pastori conseguiu a maior nota da competição, com o somatório de 14.75, na oitava bateria do segundo round.

Segundo o surfista Marco Polo a vitória foi importante para coroar um ano de bons resultados. "Estou muito feliz de vencer aqui no Rio Grande do Sul. Este ano foi muito especial para mim, consegui muitos resultados bons. Este título melhora minha alto estima e me deixa muito confiante de que estou no caminho certo. A maior dificuldade desta competição foi encontrar as melhores ondas, o nível técnico estava muito equilibrado, todos tinham condições de sair daqui com o título", finalizou.


Para o presidente da Federação Gaúcha de Surf, Orlando Carvalho, o SMOLDER/Banrisul Pro Tour fechou a temporada com chave de ouro. "Todos que participaram do Circuito Gaúcho Profissional estão de parabéns. Foram quatro etapas de alto nível técnico e premiações muito boas. A prova disto é a quantidade de atletas de fora do Rio Grande do Sul. Em 2009 queremos colocar em disputa premiações ainda maiores", projetou Carvalho.

Na noite do sábado (06/12), os atletas e simpatizantes do esporte gaúcho se reuniram na SEVEN, na praia da Itapeva, em Torres, para a festa oficial do SMOLDER/Banrisul Pro Tour 2008.

O SMOLDER/Banrisul Pro Tour contou com o patrocínio máster da Smolder, do Banrisul e das Lojas Modamar, a apresentação foi da Prefeitura Municipal de Torres, e o patrocínio da Glass Brothers e da Darshan Foan, o apoio foi do Governo do Estado do Rio Grande do Sul e da Associação dos Surfista de Torres (AST). A festa oficial ocorreu na SEVEN. A realização foi da Espírito Radical, com a supervisão da Federação Gaúcha de Surf.


Clique nas fotos para ampliar

Gabriel de Mello
Assessoria de Comunicação da Federação Gaúcha de Surf
51 99429922

segunda-feira, 1 de dezembro de 2008

Convocação Urgente

A Federação Gaúcha de Surf manifesta sua solidariedade às vítimas das chuvas no estado de Santa Catarina e aproveita para convocar todos os atletas, familiares e simpatizantes do esporte no Rio Grande do Sul para colaborar com doações de roupas e alimentos.

Os interessados em ajudar os catarinenses neste momento difícil, devem procurar a Central de Doações do Comitê de Ação Solidária, no Centro Administrativo (Av. Borges de Medeiros, 1501) em Porto Alegre. Mais informações através do telefones da Central de Doações (51) 3212 4678, ou Defesa Civil (51) 3210 4219.

Atenciosamente


Federação Gaúcha de Surf

Inscrições abertas da próxima etapa SMOLDER/Banrisul Pro Tour 2008

A competição, que será válida pelo Circuito Brasil Tour, pode definir vagas para o SuperSurf 2009

Passada mais uma etapa do circuito estadual amador de surf 2008, a Federação Gaúcha de Surf começa a preparar toda a estrutura para mais uma competição do Estadual Profissional, com o SMOLDER/Banrisul Pro Tour, que será disputado nos dias 05 a 07 de dezembro, em Torres. Esta etapa será válida pelo Circuito Brasil Tour. Ao todo, serão distribuídos R$ 15.000,00 (quinze mil reais) em prêmios, além dos 1.500 pontos no ranking profissional gaúcho e 250 para o do Brasil tour. As inscrições vão até a próxima quinta-feira (04/12).

São esperados os principais atletas do esporte no Brasil. Nas duas primeiras edições da competição, em janeiro e fevereiro, os maiores surfistas do país compareceram em peso, abrilhantando o evento. Os gaúchos Robson Gobbato e Pedro Gross devem travar uma batalha especial nesta disputa, ambos tentam ficar com a segunda colocação no ranking gaúcho profissional, que é liderado por Daison Pereira, com 4.750 pontos. Gobbato tem 2.269, apenas 19 a mais que Gross.

Daison ainda tem chances de garantir uma vaga no SuperSurf de 2009 pela pontuação do Brasil Tour, deixando livre uma vaga na elite brasileira para o vice-campeão do circuito gaúcho. Para que isto se confirme, Daison precisará da vitória e mais uma combinação de resultados em outras competições. A briga também será quente entre os que lutam para não cair de divisão. Além do ranking e permanência na elite do esporte no Brasil, esta competição é valorizada pela premiação de R$ 15.000,00.

Para que o atleta confirme sua inscrição é necessário efetuar um depósito na conta da Federação Gaúcha de Surf no banco Banrisul (Ag. 0077 – Conta corrente 06.8505.12-07), no valor de R$ 110,00 (cento e dez reais), depois enviar o comprovante via fax para o telefone 51 32102198. Quem tiver interesse em mandar seu comprovante via e-mail deve utilizar o endereço klauskaiser03@terra.com.br, até as 18 horas de quinta-feira (04/12). Para esta competição, a direção de prova será do Tour Manager da Abrasp, para a região Sul, Klaus Kaiser.

O SMOLDER/Banrisul Pro Tour conta com o patrocínio máster da Smolder, do Banrisul e das Lojas Modamar, a apresentação é da Prefeitura Municipal de Torres, e o patrocínio é da Glass Brothers e da Darshan Foan, o apoio é do Governo do Estado do Rio Grande do Sul e da Associação dos Surfista de Torres (AST). A realização é da Espírito Radical, com a supervisão da Federação Gaúcha de Surf.



Telenofes úteis para contato:

Orlando Carvalo
Presidente da Federação Gaúcha de Surf
51 84037590

Klaus Kaiser
Tour Manager da Abrasp para região Sul
51 81050023

JustificarGabriel de Mello
Assessoria de Comunicação da Federação Gaúcha de Surf
51 99429922

terça-feira, 18 de novembro de 2008

Red Nose Tow-in Championship Burle e Eraldo arrebentam em Maresias

Um show de surfe! Essa é expressão mais apropriada para descrever o primeiro dia de competições do Red Nose Tow-in Championship, que teve início nesta segunda-feira, 17 de Novembro, na praia de Maresias, São Sebastião - SP.

As principais duplas brasileiras da modalidade se enfrentaram em ondas que chegavam aos 9 pés, cerca de 3 metros, na chuvosa tarde do litoral paulista. Uma tempestade chegou a atrasar o começo da competição, mas não foi suficiente para impedir o início do evento, que começou com as triagens, marcadas para começar ao meio-dia, mas que só tiveram início às 13h com ondas em torno de 6 pés, que foram crescendo a cada série. Nove duplas, divididas em três baterias, buscavam as três vagas restantes para ter a chance de disputar o evento principal.

Quando o evento principal estava prestes a começar, um forte vento ameaçou entrar, parecendo que ia prejudicar a qualidade das ondas. A diretoria de prova se reuniu com atletas, e após alguns minutos de conversa, com o vento já diminuindo de intensidade e as ondas ganhando em tamanho e qualidade, ficou decidido que as baterias da primeira fase entrariam na água. Com um swell já ultrapassando os 7 pés e um vento de terral, as duplas puderam dar início as disputas dentro d’água, proporcionando um espetáculo para os presentes. Tubos, aéreos, rasgadas e alguma quedas impressionantes fizeram parte do repertório dos surfistas.

O destaque ficou por conta da dupla pernambucana Eraldo Gueiros e Carlos Burle, que somaram 34,80 de um total de 40 pontos possíveis. Eraldo, que foi o primeiro a ser rebocado, começou imprimindo um ritmo forte na bateria, e em sua última onda tirou um tubo profundo, arrancando gritos da galera presente e a nota 10 unânime dos juízes. Com a fatura praticamente liquidada, Burle só precisou manter a calma e as fortes manobras para arrancar uma nota quase perfeita, um 9,80, que garantiu a vitória fácil sobre as outras duplas. Com o 10 Eraldo já sai na frente pela disputa pelos 3 mil reais oferecidos pela organização para a melhor onda. Para Burle o excelente resultado é decorrente de muito treinamento.

“Estamos treinando muito nesse tipo de onda. Sempre que tem onda na Barra ( da Tijuca) estamos na água e hoje também contamos com a sorte”, disse Burle.

Eraldo concordou com o parceiro e completou afirmando que a escolha de ondas foi fundamental.

“Não foi nada premeditado. Entramos na água e conseguimos escolher boas ondas e isso fez a diferença no resultado final. A minha prancha está muito boa e a sintonia que nós temos foi primordial. Conseguimos fazer um bom trabalho em equipe e agora vamos com tudo para a próxima fase”, concluiu Gueiros.

As baterias das triagens – com três duplas - tiveram 30 minutos de duração com a dupla vencedora avançando para o evento principal, em que as baterias foram mais extensas, com 40 minutos, contando as duas melhores ondas de cada surfista da dupla.

RESULTADOS:

1ª Bateria

1- Formiga / Caixa D’água

2- Rodrigo Resende / Danilo Couto

3- Dado / Xepa

2ª Bateria

1- Carlos Burle / Eraldo Gueiros

2- Evaristo Kiko / Wilson Nora

3- Cristoban / Kurte

3ª Bateria

1 – Haroldo Ambrósio / Jorge Pacelli

2 – Daniks Fischer / Lucinei Mallas

3 - Joao Mauricio Jabour / Renato Phebo

4ª Bateria

1 – Sylvio Mancusi / Alemao de Maresias

2 – Paulo Moura / Marco Polo

3 - Erik Miakawa / Ademir Kalunga

5ª Bateria

1 – Everaldo Pato / Yuri Soledad

2 - Capile / De da Barra

3 – Carlinhos / Mota

Foto: Eraldo e Burle momentos antes da bateria da primeira fase, clicados por Roger Ferreira.

Data: 18/11/2008 | Autor: Redação CarlosBurle.com / roger@carlosburle.com

Para ver mais fotos do evento clique aqui

quarta-feira, 12 de novembro de 2008

Pedra e Natalia Navarro indicados para receber prêmio

Atletas precisam de seu voto, participe

A revista Sul Sports está promovendo um concurso que irá escolher os atletas que mais se destacaram em suas categorias e modalidades no Rio Grande do Sul, durante o ano de 2008. O 1º Prêmio Sul Sports é uma comemoração aos cinco anos da revista e tem o objetivo de fomentar e divulgar atletas e esportes regionais para todo o Brasil.

Os surfistas Rodrigo "Pedra" Dornelles e Natalia Navarro concorrem na categoria de Esportes Radicais, nos naipes masculino e feminino. Os três atletas mais votados de cada categoria serão apresentados para uma banca formada por ex-atletas profissionais e jornalistas que atuam nas editorias de esportes de veículos de comunicação, que irão definir quem leva para casa o primeiro Prêmio Sul Sports. O resultado final será divulgado no dia 02 de dezembro, em cerimônia, que contará com a apresentação da modelo e atriz gaúcha, Fernanda Lima, a se realizar em Porto Alegre.

Para participar da votação, basta acessar o site http://www.premiosulsports.com.br/premio/votacaoonline.asp e clicar em Rodrigo "Pedra" Dornelles e Natalia Navarro.


Gabriel de Mello
Assessoria de Comunicação da Federação Gaúcha de Surf
51 99429922

terça-feira, 11 de novembro de 2008

Cancelamento da etapa do Circuito Estadual Amador 2008

Informamos que por motivos alheios a nossa vontade, a etapa do Circuito Estadual Amador 2008, que se realizaria nos dias 15 e 16 de novembro, foi cancelada. Em virtude disso o estadual passará a ter sete etapas com dois descartes.

Aproveitamos a oportunidade para confirmar a última etapa do Circuito Amador. Será nos dias 13 e 14 de dezembro, ao lado da plataforma em Tramandaí. Este campeonato é denominado de Op Series 2008.

Convidamos também a todos, para que participem nos próximos dias 22 e 23 na praia do Imbé, da ultima etapa do circuito interno amador, que contará com a distribuição de mais 500 pontos para o ranking gaúcho. As inscrições já estão abertas.

Atenciosamente

Orlando Carvalho
Presidente da Federação Gaúcha de Surf
51-84037590

quinta-feira, 6 de novembro de 2008

Palestra gratuita com Sebastian Rojas no barra garden


Oportunidade única para os amantes do surfe e da fotografia conferirem a palestra gratuita com o fotógrafo exclusivo da revista Fluir, Sebastian Rojas, no próximo dia 6, às 19 horas, no espaço Estúdio Garden (Shopping Barra Garden, Avenida das Américas, 3255. Barra da Tijuca), é necessário apenas o cadastro no site www.fotodosurf.com.br.

Na palestra Sebastian vai projetar suas fotos e dar dicas de fotografia dentro e fora d’água, onde serão passadas informações diversas sobre como obter resultados rápidos e precisos utilizando equipamentos semi-profissionais na fotografia de surf aquática e terrestre. Bem como técnicas de fotografia e equipamentos utilizados pelos fotógrafos profissionais mais experientes.


Além disso, Sebastian Rojas contará os segredos da sua história de sucesso na fotografia de surfe, e falará sobre as técnicas necessárias para se tornar fotógrafo de revistas, sites e jornais especializados.



Sebastian é especializado em fotografia aquática em condições extremas há mais de 20 anos, com vasta experiência internacional nos melhores surf-spots do planeta. Colabora com diversos veículos internacionais e têm exclusividade com a revista Fluir há 21 anos, onde publicou mais de 100 capas e dezenas de matérias em lugares como Havaí, Indonésia, Austrália, Brasil, entre outros.

acontecerão no

No dia 7 de novembro acontecerá a aula teórica do curso. E, nos dias 8 e 9, os alunos também vão poder praticar os conhecimentos adquiridos na Praia de Itaúna, em Saquarema.

O curso Fotografia de Surfe Dentro e Fora D´Água têm apoio do Shopping Barra Garden, Croma e Two Face. Maiores informações no site www.fotodosurf.com.br.

Contato:
Alan Simas - contato@fotodosurf.com.br
Telefone - 21- 9775-8198

Assessoria de imprensa:
Viviane Freitas – vivianefreitas04@hotmail.com
Telefone – 21 - 8602-5555

segunda-feira, 3 de novembro de 2008

Bede Durbidge é o campeão do Hang Loose Santa Catarina Pro

O australiano Bede Durbidge, 25 anos, é o novo campeão do Hang Loose Santa Catarina Pro, a etapa brasileira do WCT, que foi encerrado no domingo de boas ondas de 1,5 metro de altura na Praia da Vila, em Imbituba. Sua primeira vitória no ASP World Tour 2008 foi conquistada com um dos maiores placares do campeonato iniciado na terça-feira, 17,76 pontos de 20 possíveis.

Na grande final, ele não deu chances ao francês Jeremy Flores, 20 anos, que pela primeira vez decidia o título de uma etapa, desde que entrou na divisão de elite do esporte no ano passado. A vitória valeu 30.000 dólares e o australiano sai do Brasil na vice-liderança do ranking, que era ocupada pelo seu compatriota Taj Burrow.

Os brasileiros pararam nas quartas-de-final, com o cearense Heitor Alves, o carioca Leonardo Neves e o pernambucano Bernardo Pigmeu, dividindo a quinta posição no Hang Loose Santa Catarina Pro, com cada um recebendo 9.000 dólares, enquanto o vice-campeão faturou um prêmio de 18.000 dólares.

Esta foi a última edição da etapa brasileira do WCT realizada nesta época do ano, pois em 2009 já foi confirmada numa nova data, entre os dias 27 de junho e 05 de julho, período em que a Praia da Vila apresenta ondas bem maiores do que no mês de outubro. Além disso, todos os integrantes da elite participarão por ser realizada no meio da temporada.

“Relutamos bastante porque tínhamos sempre a possibilidade de decidir o título mundial, como já aconteceu três vezes, com o tricampeonato do Andy Irons, o hepta do Kelly Slater e o primeiro título do Mick Fanning no ano passado. Mas, quando o título é decidido antes, corre-se o risco do evento ser esvaziado com a ausência de vários tops. No entanto, o principal é que pela primeira vez a etapa brasileira do WCT passa a ser realizada na época de maiores ondas principalmente aqui na Praia da Vila”, falou Xandi Fontes, que atua como diretor de prova no Hang Loose Santa Catarina Pro e é um dos organizadores da etapa brasileira do WCT em Imbituba.

Toda a expectativa era para que fosse quebrado um tabu de 10 anos sem vitórias verde-amarelas no ASP World Tour do Brasil, pois o último foi conquistado pelo paranaense Peterson Rosa em 1998 na Barra da Tijuca, Rio de Janeiro. Os três que se classificaram para o domingo, ainda venceram uma bateria e depois acabaram eliminados nas quartas-de-final. O último a cair foi o cearense Heitor Alves, que pelo menos ingressou na lista dos 27 primeiros colocados no ranking que são mantidos na elite do surfe mundial no ano que vem. Ele foi superado pelo havaiano Fredrick Patacchia e subiu do 29.o para o 24.o lugar no ranking.

“Como é meu primeiro ano no WCT está ótimo, mas fiquei um pouco triste porque não consegui pegar as ondas boas, as certas. A primeira que peguei eu caí, mas está tranqüilo, vamos aí pro Havaí com força e confiança para garantir minha vaga lá. Infelizmente não achei as ondas nessa bateria como na primeira que eu tirei um 9 e pouco num aéreo rodando animal. Ele ficou pegando as ondas mais embaixo e foi somando pontos, eu preferi aguardar uma maior que não veio dessa vez. Mas, um quinto lugar também está bom e quem sabe o ano que vem eu não esteja aqui disputando o título na final”, falou Heitor Alves, que atropelou o campeão mundial de 2001, C. J. Hobgood, com um largo placar de 17,23 x 13,50 pontos, antes da derrota nas quartas-de-final.

Antes dele, o carioca Leonardo Neves já havia perdido para o vice-campeão Jeremy Flores e o pernambucano Bernardo Pigmeu tinha sido eliminado pelo campeão Bede Durbidge. O francês ainda passou pelo seu compatriota Mikael Picon na semifinal e o australiano despachou o havaiano Fredrick Patacchia, com os dois derrotados dividindo o terceiro lugar no pódio do Hang Loose Santa Catarina Pro e recebendo 12.000 dólares e 876 pontos. Já na grande final só deu Bede Durbidge, que tinha duas vitórias no currículo, uma em 2006 numa final com Kelly Slater na Califórnia e a outra foi no Pipe Masters do Havaí em 2007.

Na decisão do título em Imbituba, o australiano já começou forte com uma nota 8,33. Quando o francês Jeremy Flores tentou reagir, recebeu a resposta com Bede Durbidge completando outra boa onda com um aéreo muito alto que arrancou um 9,43 dos juízes, praticamente confirmando sua primeira vitória na temporada. Aí começou um verdadeiro espetáculo, com o francês e o australiano arriscando aéreos incríveis na Praia da Vila. Logo depois, a chuva parou, as ondas melhoraram e Durbidge continuou surfando tranquilo para sacramentar seu terceiro título na carreira.

“Este ano as coisas aconteceram naturalmente e ano que vem vou concentrar toda a minha energia para buscar o titulo mundial. Eu procurei pegar as direitas nas minhas baterias, pois nas esquerdas não estava conseguindo boas notas, assim foquei em buscar as melhores direitas para tirar notas maiores. O Jeremy estava surfando muito bem e sabia que precisava surfar muito para vencê-lo. Agora vou para o Havaí ainda mais confiante em busca de uma segunda vitória em Pipeline, que é um evento que todo mundo deseja vencer. Vencer aqui foi alucinante e com certeza o povo brasileiro é um dos mais fanáticos do Tour, Só tenho que agradecer ao público e dizer para que continuem surfando”, falou o novo campeão do Hang Loose Santa Catarina Pro.

Já o vice-campeão Jeremy Flores gostou do resultado, mas saiu decepcionado da final. “Estou feliz por ter feito minha primeira final aqui no Brasil, mas triste pela final. Eu não pude fazer nada, o Bede não me deu chance de tentar qualquer coisa. Ele tirou um 8 e pouco logo na primeira onda e depois pegou mais uma bomba. Eu até tentei pegar alguma coisa, mas não deu e ele mereceu a vitória, pois surfou muito o campeonato inteiro”, reconheceu Jeremy Flores, que venceu uma inédita final francesa no ASP World Tour contra Mikael Picon, que garantiu sua vaga na elite com o terceiro lugar no Hang Loose Santa Catarina Pro.

“Foi uma bateria muito boa, a primeira no ano que eu surfei sem pressão alguma por estar surfando contra o Jeremy, portanto qualquer um que fosse para a final eu ficaria feliz”, confessou Mikael Picon,. “É uma sensação muito boa. Se eu ganhasse seria perfeito e se perdesse seria o meu melhor resultado, portanto estou feliz por mim, pelo Jeremy e também porque com esse resultado eu garanto a minha vaga no Tour do ano que vem”, completou o francês que já venceu uma etapa do WQS em 2001 na Praia da Joaquina, em Florianópolis. Ele chegou ao Brasil em 26.o lugar no ranking e subiu para a 18.a colocação.

O HANG LOOSE SANTA CATARINA PRO, a etapa brasileira do WCT, tem patrocínio da Nova Schin, VIVO e do Governo do Estado de Santa Catarina, através do FUNDESPORTE - Fundo de Incentivo ao Esporte da Secretaria de Estado de Turismo, Cultura e Esporte, contando também com importante apoio da Prefeitura Municipal de Imbituba e CELESC e divulgação da Revista Fluir e Globoesporte.com. O maior campeonato do surfe sul-americano é uma realização do Grupo RBS, Gate Eventos e Federação Catarinense de Surf (FECASURF), com apoio da Associação de Surf de Imbituba (ASI) e promoção da Rede Atlântida FM. Mais informações nos sites: www.hangloose.com.br/wct2008 - www.aspsouthamerica.com.br – www.aspworldtour.com

HANG LOOSE SANTA CATARINA PRO – FINAL – 17.76 x 9.86 pontos:
Bede Durbidge (AUS) campeão com notas 9.43 e 8.33 – US$ 30.000 e 1.200 pontos
Jeremy Flores (FRA) vice-campeão com 5.03 e 4.83 – US$ 18.000 e 1.032 pontos

SEMIFINAIS - 3.o lugar – US$ 12.000 e 876 pontos:
1.a: Jeremy Flores (FRA) 14.00 x 13.73 Mikael Picon (FRA)
2.a: Bede Durbidge (AUS) 12.33 x 8.50 Fredrick Patacchia (HAV)

QUARTAS-DE-FINAL - 5.o lugar – US$ 9.000 e 732 pontos:
1.a: Jeremy Flores (FRA) 18.06 x 14.43 Leonardo Neves (RJ)
2.a: Mikael Picon (FRA) 12.23 x 11.83 Daniel Ross (AUS)
3.a: Bede Durbidge (AUS) 17.17 x 12.30 Bernardo Pigmeu (PE)
4.a: Fredrick Patacchia (HAV) 11.83 x 9.40 Heitor Alves (CE)

OITAVAS-DE-FINAL - 9.o lugar – US$ 6.300 e 600 pontos:
1.a: Leonardo Neves (RJ) 13.83 x 8.44 Marco Polo (SC)
2.a: Jeremy Flores (FRA) 15.00 x 11.40 Ben Bourgeois (EUA)
3.a: Daniel Ross (AUS) 13.50 x 13.00 Tom Whitaker (AUS)
4.a: Mikael Picon (FRA) 15.67 x 14.50 Taj Burrow (AUS)
5.a: Bede Durbidge (AUS) 14.60 x 9.50 Damien Hobgood (EUA)
6.a: Bernardo Pigmeu (PE) 14.34 x 13.00 Dayyan Neve (AUS)
7.a: Heitor Alves (CE) 17.23 x 13.50 C. J. Hobgood (EUA)
8.a: Fredrick Patacchia (HAV) 14.43 x 13.83 Tim Reyes (EUA)

RANKING ASP WORLD TOUR 2008 – 10 etapas:
Campeão: Kelly Slater (EUA) – 8.042 pontos
02: Bede Durbidge (AUS) – 6.780
03: Taj Burrow (AUS) – 6.324
04: Joel Parkinson (AUS) – 6.180
05: C. J. Hobgood (EUA) – 5.860
06: Adriano de Souza (BRA-SP) – 5.748
07: Adrian Buchan (AUS) – 5.370
08: Mick Fanning (AUS) – 5.310
09: Bobby Martinez (EUA) – 5.282
10: Jeremy Flores (FRA) – 5.214

Outros brasileiros:
24: Heitor Alves (CE) – 3.924 pontos
34: Leonardo Neves (RJ) – 3.052
35: Rodrigo Dornelles (RS) – 2.915
42: Neco Padaratz (SC) – 2.545
43: Jihad Khodr (PR) – 2.540

João Carvalho – Assessoria de Imprensa do Hang Loose Santa Catarina Pro - (48) 9988-2986
Tatiana Lemos – Assessoria Imprensa Grupo RBS – (47) 9171-5219 – tatiana.lemos@gruporbs.com.br
Depto. Comunicação Hang Loose: Nancy Geringer – nancy@hangloose.com.br – (11) 8556-4168

sexta-feira, 31 de outubro de 2008

Bíblia tem edição para ser lida sobre as ondas

As entidades Sociedade da Bíblia e Surfistas Cristãos lançam nesta sexta-feira a nova edição da Bíblia dos Surfistas na cidade de Sydney, Austrália, informa o portal Surfers Today. A obra conta com uma capa à prova d'água para não estragar quando for levada ao mar.

A versão destinada aos surfistas do livro sagrado incluiu o Velho Testamento, o Guia dos Surfistas para Deus e uma versão em tamanho de bolso do Evangelho de Marcos.

Segundo a entidade Surfistas Cristãos, os surfistas são conhecidos por venerar a criação, e o objetivo da obra seria conectá-los com o criador.

A edição anterior da obra, lançada em 2002, vendeu 75 mil cópias no mundo todo.

Fonte




Perguntas:
Será que ela vem com cordinha? (para não perder quando levar um caixote na cabeça)

Para que vai surfar e levar um Bíblia junto? Vai surfar ou ler?

Você caro leitor e surfista me responda, dá tempo de abrir um livro enquanto você esta surfando?

quinta-feira, 30 de outubro de 2008

Últimas vagas para o curso fotografia de surf

Os amantes do surf e da fotografia devem correr para garantir sua vaga no curso Fotografia de Surf Dentro e Fora D’Água, com Sebastian Rojas. Alunos de Santa Catarina, São Paulo, Bahia, Niterói e da capital carioca já estão em contagem regressiva para aperfeiçoarem suas técnicas com um dos mais bem conceituados fotógrafos do mundo.

Atletas amadores e profissionais que queiram estar à frente da lente de mais de 15 fotógrafos também podem preparar o quiver e se aquecerem para as aulas práticas que acontecerão na Praia de Itaúna, em Saquarema, nos dias 8 e 9 de novembro.

As aulas teóricas do curso acontecerão na Universidade Estácio de Sá, campus Akxe, localizada na Avenida Dulcídio Cardoso, 2.900, no Parque das Rosas, Barra da Tijuca, nos dias 6 e 7, com palestra aberta ao público no dia 6 de novembro, a partir das 19 horas.

Sebastian é especializado em fotografia aquática em condições extremas há mais de 20 anos, com vasta experiência internacional nos melhores surf-spots do planeta. Colabora com diversos veículos internacionais e têm exclusividade com a revista Fluir há 21 anos, onde publicou mais de 100 capas e dezenas de matérias em lugares como Havaí, Indonésia, Austrália, Brasil, entre outros.

Iniciou workshops de fotografia de surf em 2007 na V Maratona Fotográfica realizada em Curitiba. Vários canais de televisão realizaram matérias documentando suas técnicas utilizadas de forma didática para milhares de pessoas no território brasileiro.

Neste bate-papo, Sebastian conta como surgiu sua paixão pela fotografia de surf, a recompensa de ter escolhido trabalhar em perfeita sincronia com a natureza, além de algumas dicas para quem quer mergulhar de cabeça nesta que é, sem dúvidas, uma profissão emocionante.

O que o levou a ser fotógrafo de surf?

O que me levou a ser um fotógrafo de surf foi a arrebatadora paixão que o surf sempre despertou em mim e também por ser um esporte que alia aventura e desafios a natureza, todos esses ingredientes me conduziram para essa escolha, me tornei um fotógrafo de surf pelo instinto aventureiro que norteia essa profissão.

Você se sente recompensado por ter escolhido essa profissão?

Sinto a recompensa dessa escolha ficando cada vez mais evidente na medida em que o tempo passa. Hoje a experiência vivida nessa longa estrada me faz acreditar que a escolha foi acertada. Pude conhecer o nosso planeta e seus recantos mais longícuos em busca de ondas perfeitas! Sou muito grato a Deus por ter colocado essa oportunidade em minha vida e que eu tenha sabido desfrutá-la.

O que você aprendeu de valores capturando imagens de um esporte que é totalmente sincronizado com a natureza?

Aprendi muitos valores importantes no convívio com as pessoas envolvidas no surf e a natureza que é parte sempre presente nesse esporte. O respeito é sem dúvida o valor principal que adquiri nesses anos. Respeitar a natureza e valorizar as ações de pessoas que se colocam um passo a frente para proteger nosso bem mais importante que são nossos oceanos, deveriam ser parte de nosso cotidiano.

Quais são as principais características para ser um bom fotógrafo de surf?

Um bom fotógrafo de surf deve ser um amante do que faz, deve gostar de surfar se possível e ter sua alma arrebatada pelo espírito de aventura e pela busca incessante do aperfeiçoamento das técnicas fotográficas.

O quanto é necessário investir na profissão?

A quantidade de tempo que deve-se dedicar ao surf certamente é muito grande, se tempo é dinheiro então é muito dinheiro (risos)!! Mas eu diria que se pode começar aos poucos e ir investindo conforme os resultados vão aparecendo. Um bom começo seria um investimento de U$ 5.000,00.

Como é a sua rotina?

A rotina do fotógrafo de surf é ditada pela natureza, e guiada pela internet. Acordar cedo, manter-se atento e bem informado às condições gerais do tempo, das ondas e dos ventos, ficar ligado nas melhores épocas do ano para sacar a melhor luminosidade de cada praia e ter um círculo de amizades e comunicação com surfistas amadores e profissionais, isso faz toda a diferença!

Como está o mercado de fotografia de surf atualmente?

O mercado está passando por transformações com o advento da fotografia digital, com isso houve momentos de muita concorrência de quem fazia mais barato para vender. Uma grande turbulência negativa e depreciação tomaram conta do cenário, com vários fotógrafos surgindo sem a clareza de idéias de como deveriam valorizar e cobrar seus trabalhos, muitos irão ficar pelo caminho... Agora que o boom está passando deveremos avaliar aqueles que possuem uma visão mais profissional de seguimento de uma carreira, daqueles que estão na estrada por apenas hobby ou brincadeira.

O Curso Fotografia de Surf Dentro e Fora D’Água tem apoio do site Waves, da Universidade Estácio de Sá e Croma.

Realização: Fotodosurf.com.br

Contato
Alan Simas - contato@fotodosurf.com.br
Telefone - 21- 9775-8198

Viviane Freitas – vivianefreitas04@hotmail.com
Telefone – 21 - 8602-5555

quarta-feira, 29 de outubro de 2008

Hang Loose Santa Catarina Pro começa com belo cenário na Vila

A terça-feira amanheceu com um belo cenário para o Hang Loose Santa Catarina Pro, a etapa brasileira do WCT, ser inaugurado num dia de Sol, céu claro e boas ondas de 1,5 metro de altura na Praia da Vila, em Imbituba. O californiano Taylor Knox venceu o primeiro confronto do dia, iniciado às 9 horas, mas um cabeça-de-chave já foi mandado para a repescagem logo na segunda bateria pelo campeão catarinense Marco Polo.

Outro convidado pelo ranking estadual, Márcio Farney, derrubou dois tops do ASP World Tour, o também cearense Heitor Alves, junto com Luke Stedman. As dezesseis baterias da fase classificatória foram realizadas e a primeira chamada para a repescagem está marcada para as 8 horas da quarta-feira na Praia da Vila.

Do total de vinte brasileiros que estão participando do Hang Loose Santa Catarina Pro, cinco começaram com vitórias e avançaram direto para a terceira fase da competição, mas o carioca Leonardo Neves foi o único da elite. Os demais entraram como convidados ou substituindo os vários ausentes que cancelaram suas participações na etapa brasileira do WCT por contusão ou outros motivos pessoais.

A principal estrela é Taj Burrow, vice-líder do ranking mundial e recordista com três vitórias em etapas da divisão de elite no Brasil. Ele precisou fazer bonito na estréia para superar o convidado local Carybean Heleodoro por 14,33 x 12,67 pontos, com o havaiano Roy Powers terminando em último com 7,63 pontos nas duas melhores ondas que surfou.

“Foi uma boa bateria, com ondas bem formadas e consegui achar duas boas para vencer”, contou Taj Burrow, que faturou o título no ASP Tour do Brasil em 1999 na Barra da Tijuca, 2002 em Saquarema, também no Rio de Janeiro, com o último deles sendo conquistado em 2004 na segunda edição realizada em Santa Catarina. Ele falou sobre as dificuldades que poderá encontrar contra os brasileiros que entraram como convidados. “Tenho visto os surfistas locais surfarem muito bem e eu sendo o cabeça-de-chave número 1, terei que enfrentá-los. Não é fácil, mas tenho que fazer o meu trabalho e quero muito vencer aqui”.

Já o vencedor da bateria que inaugurou o Hang Loose Santa Catarina Pro, Taylor Knox, ficou feliz de voltar a competir contra o paraibano Fábio Gouveia, adversário de muitos anos no ASP World Tour. “É sempre bom surfar com o Fábio, pois desde pequeno eu olhava ele surfando e sempre gostei muito do estilo dele, foi divertido surfar com ele e pegar boas ondas na bateria. Adoro vir ao Brasil, sempre fico hospedado na casa de um grande amigo meu que conheci há 20 anos, portanto sempre é bom vir para cá todos os anos”, confessou Taylor Knox, que ocupa a 18.a colocação no ranking e pode ingressar no seleto grupo dos top-16 da ASP, que entrarão como cabeças-de-chave nas primeiras etapas da próxima temporada.

Mesmo com o título mundial definido por antecipação para Kelly Slater, além desta briga tem outra para ver quem fica com as últimas vagas na lista dos 27 primeiros colocados no ranking que são mantidos na divisão de elite do esporte. O cearense Heitor Alves em 29.o lugar é o que está mais próximo da zona de classificação, mas vai ter que encarar a repescagem porque foi batido pelo conterrâneo Márcio Farney, que entrou no Hang Loose Santa Catarina Pro por ter sido vice-campeão catarinense.

“Moro em Santa Catarina há 9 anos e sempre tive um sonho de participar deste evento, mas competi tranqüilo, surfando praticamente em casa, bem à vontade e consegui surfar boas ondas na bateria. Acho que foi a primeira vez que eu surfei aqui na Praia da Vila com apenas três caras na água e deu ótimas ondas hoje. Como passei direto, agora vou aproveitar para descansar e treinar mais para entrar com tudo na próxima fase, quero ver se consigo ir longe neste campeonato”, promete Márcio Farney.

Antes dele, o campeão catarinense Marco Polo já havia conquistado a primeira vitória brasileira no Hang Loose Santa Catarina Pro 2008 em Imbituba, derrotando dois tops do ASP World Tour na segunda bateria, Kieren Perrow da Austrália e Royden Bryson da África do Sul. “Comecei com o pé direito. Consegui vencer dois atletas do WCT, mas foi uma bateria super disputada. Logo no começo consegui tirar um high-score (nota alta) completando uma manobra muito forte e mais para o meio da bateria, surfei uma direita muito boa para garantir a vitória que me deixou muito feliz”, falou Marco Polo.

Além de Marco Polo e Márcio Farney, os outros brasileiros que estrearam com vitórias no Hang Loose Santa Catarina Pro foram o carioca Leonardo Neves, o paulista Hizunomê Bettero e o pernambucano Bernardo Pigmeu. Os outros quinze vão ter que encarar uma rodada extra, com a repescagem sendo inaugurada pelo campeão mundial de 2001, C. J. Hobgood, que enfrenta o convidado local Carybean Heleodoro na bateria, cuja primeira chamada foi marcada para as 8 horas da quinta-feira em Imbituba.

O HANG LOOSE SANTA CATARINA PRO, a etapa brasileira do WCT, tem patrocínio da Nova Schin, VIVO e do Governo do Estado de Santa Catarina, através do FUNDESPORTE - Fundo de Incentivo ao Esporte da Secretaria de Estado de Turismo, Cultura e Esporte, contando também com importante apoio da Prefeitura Municipal de Imbituba e CELESC e divulgação da Revista Fluir e Globoesporte.com. O maior campeonato do surfe sul-americano é uma realização do Grupo RBS, Gate Eventos e Federação Catarinense de Surf (FECASURF), com apoio da Associação de Surf de Imbituba (ASI) e promoção da Rede Atlântida FM. Mais informações nos sites: www.hangloosepro.com.br - www.aspsouthamerica.com.br – www.aspworldtour.com

HANG LOOSE SANTA CATARINA PRO – REPESCAGEM:
01: C. J. Hobgood (EUA) x Carybean Heleodoro (SC)
02: Adrian Buchan (AUS) x Raoni Monteiro (RJ)
03: Luke Stedman (AUS) x Alejo Muniz (SC)
04: Kieren Perrow (AUS) x Jano Belo (PB)
05: Tom Whitaker (AUS) x Peterson Rosa (PR)
06: Chris Ward (EUA) x Gustavo Fernandes (RJ)
07: Dayyan Neve (AUS) x Tânio Barreto (AL)
08: Tim Reyes (EUA) x Fábio Gouveia (PB)
09: Jordy Smith (AFR) x Pedro Henrique (RJ)
10: Roy Powers (HAV) x William Cardoso (SC)
11: Damien Hobgood (EUA) x Simão Romão (RJ)
12: Tiago Pires (PRT) x Bruno Santos (RJ)
13: Heitor Alves (CE) x Ricky Basnett (AFR)
14: Jay Thompson (AUS) x Jihad Kohdr (PR)
15: Rodrigo Dornelles (RS) x Travis Logie (AFR)
16: Royden Bryson (AFR) x Ben Bourgeois (EUA)

HANG LOOSE SANTA CATARINA PRO – PRIMEIRA FASE CLASSIFICATÓRIA:
01: 14.83=Taylor Knox (EUA), 14.43=Ben Bourgeois (EUA), 7.50=Fábio Gouveia (PB)
02: 13.27=Marco Polo (SC), 11.34=Royden Bryson (AFR), 10.60=Kieren Perrow (AUS)
03: 16.50-Fredrick Patacchia (HAV), 12.84=Tânio Barreto (AL), 9.83=Rodrigo Dornelles (RS)
04: 14.67=Kai Otton (AUS), 12.23=Jay Thompson (AUS), 7.67=Gustavo Fernandes (RJ)
05: 12.00=Márcio Farney (CE), 11.73=Luke Stedman (AUS), 11.43=Heitor Alves (CE)
06: 16.03=Jeremy Flores (FRA), 14.84=Peterson Rosa (PR), 5.60=Tiago Pires (PRT)
07: 13.67=Mikael Picon (FRA), 12.66=Adrian Buchan (AUS), 10.70=Jano Belo (PB)
08: 14.33=Taj Burrow (AUS), 12.67=Carybean Heleodoro (SC), 7.63=Roy Powers (HAV)
09: 15.33=Bede Durbidge (AUS), 14.57=Raoni Monteiro (RJ), 12.90=Damien Hobgood (EUA)
10: 13.90=Mick Campbell (AUS), 13.03=C. J. Hobgood (EUA), 10.33=Alejo Muniz (SC)
11: 13.17=Leonardo Neves (RJ), 9.33=Tom Whitaker (AUS), 8.93=Pedro Henrique (RJ)
12: 14.83=Hizunomê Bettero (SP), 9.00=Travis Logie (AFR), w.o=Chris Ward (EUA)
13: 10.73=Bernardo Pigmeu (PE), 10.33=Dayyan Neve (AUS), 7.27=Jihad Khodr (PR)
14: 13.07=Daniel Ross (AUS), 12.16=Tim Reyes (EUA), 10.16=Willian Cardoso (SC)
15: 16.00=Aritz Aranburu (ESP), 12.16=Simão Romão (RJ), 0,00=Jordy Smith (AFR)
16: 15.37=Ben Dunn (AUS), 11.47=Bruno Santos (RJ), 10.54=Ricky Basnett (AFR)

João Carvalho – Assessoria de Imprensa do Hang Loose Santa Catarina Pro - joaocarvalho@matrix.com.br
Tatiana Lemos – Assessoria Imprensa Grupo RBS – (47) 9171-5219 – tatiana.lemos@gruporbs.com.br
Depto. Comunicação Hang Loose: Nancy Geringer – nancy@hangloose.com.br – (11) 8556-4168

Jéssica Becker vence a 5ª etapa do Mundial

No último final de semana, de 24 à 26 de outubro, a macaense Jéssica Becker, até então top 7 do Circuito Mundial Profissional, disputou a 5ª Etapa do Circuito Mundial de Bodyboarding.

O evento aconteceu na Praia de Parguito, na Isla Margarita - local famoso pelas belezas naturais da Venezuela. As ondas, que começaram tímidas, foram ganhando força ao longo do evento, e junto com elas a macaense Jéssica Becker, patrocinada pela Prefeitura de Macaé e FESPORTE através da Bolsa Atleta, foi mostrando seu potencial até chegar a final.

Na última bateria a macaense encarou a porto-riquenha Natasha Sagardia, atual medalha de ouro do ISA Games, as olimpíadas do surf, além das brasileiras Neymara Carvalho e Soraia Rocha.

A bateria foi inteiramente dominada pelas adversárias, até que nos minutos finais as ondas venezuelanas resolveram colaborar com a macaenses. Jéssica surfou duas excelentes ondas recebendo dos juizes uma nota 7.83, em uma onda de duas manobras explosivas. Nos segundos finais mais uma excelente onda, onde a macaense executou um ARS - uma das manobras mais radicais, levantando o público e vencendo pela primeira vez em 2008.

"Estou muito feliz, muito feliz mesmo. Essa vitória veio em uma excelente hora! Estou vivendo um sonho. O sonho que todo atleta tem quando dá seus primeiros passos no esporte", contou Jéssica Becker, direto da Venezuela.

Com o resultado, a macaense que era a sétima colocada no ranking mundial, salta para a ponta da tabela, restando apenas uma etapa para o final do campeonato.

Ainda direto da Venezuela, a bodyboarder comentou que não quer pensar na possibilidade de se tornar campeã mundial. Segundo Jéssica está tudo muito recente e ela prefere deixar as coisas acontecerem, sem criar expectativas.

"Ninguém apostaria que eu seria líder do mundial ainda este ano e "comendo pelas beiradas" eu cheguei onde estou. A tática continua a mesma. Treinar! Focar meu treinamento em ondas pesadas como as Confital - nas Ilhas Canárias, e buscar a vitória mais uma vez", finalizou Jéssica Becker.

A última etapa do Circuito Mundial acontecerá no mês de dezembro nas Ilhas Canárias – arquipélago espanhol situado próximo ao continente africano, famoso pelas perfeitas e pesadas ondas. Palco ideal para a disputa do título mundial e por que não coroar uma macaense como melhor atleta do planeta.

Por Malik Lazaro

terça-feira, 28 de outubro de 2008

Adriano de Souza está fora do evento

Adriano de Souza e Pancho Sullivan não se recuperam de contusões e cancelam suas participações.

O carioca Raoni Monteiro e o paranaense Peterson Rosa são mais duas novidades de última hora no WCT Brasil, a etapa começa hoje em Imbituba - Santa Catarina. O recém-coroado campeão sul-americano e o brasileiro com mais temporadas na elite do ASP World Tour foram chamados no final de tarde da segunda-feira, quando o paulista Adriano de Souza e o havaiano Pancho Sullivan cancelaram suas participações por estarem contundidos.

Minheirinho ocupa a quinta posição no ranking mundial, mas não conseguiu se recuperar da contusão no tornozelo direito sofrida durante a primeira etapa da “perna” brasileira de fim-de-ano do WQS, na Praia do Arpoador, Rio de Janeiro. Ele tentou competir na semana passada em Ubatuba, litoral norte de São Paulo, mas sentiu dores e não forçou as manobras, confessando que ia continuar o tratamento para chegar mais bem preparado para buscar um bom resultado na etapa brasileira do WCT.

Com suas saídas, todas as baterias da primeira fase classificatória do WCT Brasil foram refeitas e agora o confronto que vai inaugurar a penúltima etapa da temporada 2008 em Imbituba ficou formado pelos norte-americanos Taylor Knox e Ben Bourgeois e o paraibano Fábio Gouveia, que está participando como convidado. Uma chamada foi marcada para as 8 horas de hoje na Praia da Vila e as previsões são de começar o evento no primeiro dia do prazo que vai até o dia 05 de novembro.

Agora, sobe para vinte o número de surfistas que vão tentar quebrar no WCT Brasil um tabu que completa uma década neste ano, o de vitória verde-amarela na etapa do ASP World Tour no Brasil. Peterson Rosa foi o último a comemorar um título, no longínquo ano de 1998 na Barra da Tijuca, Rio de Janeiro, sendo o único depois que o Circuito Mundial foi dividido em WCT e WQS em 1992.

Um ano antes, o catarinense Teco Padaratz também festejou uma vitória na capital carioca, mas o pioneiro na história da ASP foi o paraibano Fábio Gouveia em 1991 no Guarujá, em São Paulo.

Primeira fase classificatória do WCT Brasil - Imbituba:

01: Taylor Knox (EUA), Ben Bourgeois (EUA), Fábio Gouveia (PB)
02: Kieren Perrow (AUS), Royden Bryson (AFR), Marco Polo (SC)
03: Fredrick Patacchia (HAV), Rodrigo Dornelles (RS), Tânio Barreto (AL)
04: Kai Otton (AUS), Jay Thompson (AUS), Gustavo Fernandes (RJ)
05: Luke Stedman (AUS), Heitor Alves (CE), Márcio Farney (CE)
06: Jeremy Flores (FRA), Tiago Pires (PRT), Peterson Rosa (PR)
07: Adrian Buchan (AUS), Mikael Picon (FRA), Jano Belo (PB)
08: Taj Burrow (AUS), Roy Powers (HAV), Carybean Heleodoro (SC)
09: Bede Durbidge (AUS), Damien Hobgood (EUA), Raoni Monteiro (RJ)
10: C. J. Hobgood (EUA), Mick Campbell (AUS), Alejo Muniz (SC)
11: Tom Whitaker (AUS), Leonardo Neves (RJ), Pedro Henrique (RJ)
12: Chris Ward (EUA), Travis Logie (AFR), Hizunomê Bettero (SP)
13: Dayyan Neve (AUS), Jihad Khodr (PR), Bernardo Pigmeu (PE)
14: Tim Reyes (EUA), Daniel Ross (AUS), Willian Cardoso (SC)
15: Jordy Smith (AFR), Aritz Aranburu (ESP), Simão Romão (RJ)
16: Ben Dunn (AUS), Ricky Basnett (AFR), Bruno Santos (RJ)

Ranking WCT 2008 – 9 etapas:

Campeão: Kelly Slater (EUA) – 8.042 pontos
02: Taj Burrow (AUS) – 6.324
03: Joel Parkinson (AUS) – 6.180
04: Bede Durbidge (AUS) – 5.990
05: Adriano de Souza (BRA) – 5.748
06: C. J. Hobgood (EUA) – 5.670
07: Adrian Buchan (AUS) – 5.370
08: Mick Fanning (AUS) – 5.310
09: Bobby Martinez (EUA) – 5.282
10: Luke Stedman (AUS) – 4.696
11: Jeremy Flores (FRA) – 4.592
12: Kai Otton (AUS) – 4.552
13: Andy Irons (HAV) – 4.388
14: Kieren Perrow (AUS) – 4.172
15: Fredrick Patacchia (HAV) – 4.102
16: Dane Reynolds (EUA) – 4.066

*Outros brasileiros:
29: Heitor Alves (CE) – 3.417 pontos
33: Rodrigo Dornelles (RS) – 2.915
38: Neco Padaratz (SC) – 2.545
38: Leonardo Neves (RJ) – 2.545
42: Jihad Kohdr (PR) – 2.355

Por João Carvalho

ABBN realiza 3ª e última etapa do ano

A praia de Itacoatiara, em Niterói, será palco da 3ª e última Etapa do Circuito Niteroiense de Bodyboarding 2008, organizado pela ABBN.

O evento é conhecido pela excelente estrutura e pela ótima premiação que normalmente é distribuída, além de atrair grandes nomes do esporte, que vêm a Itacoatiara em busca de suas incontestáveis ondas perfeitas.

No dia 01 de novembro, a partir das 8 da manhã, atletas de várias cidades se enfrentarão nas ondas cascas de "Itacoá", como é carinhosamente conhecida pelos locais. A etapa estará definindo os campeões do circuito deste ano.

O evento acontecerá apenas no sábado, por isso, as inscrições terão vagas limitadas. É aconselhável que os atletas não deixem para se inscrever na hora, pois talvez não haja vagas. O check in será às 7 da manhã em ponto, no meio da praia.

As categorias participantes serão: master, amador, amador feminino, junior e iniciante.

Premiação especial - Para o atleta que mais se destacar na etapa, será oferecido o troféu Artur Careca, em homenagem ao atleta campeão da categoria júnior, do circuito Niteroiense de 2007, morto no natal do mesmo ano, vítima de violência urbana. Este prêmio é uma forma que a ABBN encontrou de homenagear e manter viva a memória do atleta.

Locais de inscrição
• Loja Blowpipe – Itaipu MultiCenter, Itaipu / Escolinha do Dudu Pedra em Itacoatiara – Niterói
• Dados para depósito - Banco Santander / Agência 1533 / Conta Corrente 01003173-7
• Favorecido: Arthur Steele
Obs: Os atletas que fizerem a inscrição pelo Banco Santander deverão confirmar o depósito pelo telefone (21) 2705-5747 ou (21)8290-1980 até as 17 horas de quarta-feira (06/08). Não serão aceitas reservas de vagas.

Filiação ao Circuito Nitetroiense de 2008 - Os atletas ainda interessados em se filiar no circuito da ABBN poderão pagar a taxa de filiação de R$ 30,00 juntamente com o valor da inscrição. A filiação dará ao atleta o direito de se ranquear no circuito, além de descontos nas inscrições.

Inscrições

• Atletas filiados na ABBN - Inscrições antecipadas (até 4ª feira):
INICIANTES - R$ 25,00
JUNIOR - R$ 30,00
AMADOR, MASTER E FEM. - R$ 35,00

• Atletas filiados na ABBN - Inscrições depois de 4ª feira:
INICIANTES - R$ 30,00
JUNIOR - R$ 35,00
AMADOR, MASTER E FEM. - R$ 40,00

• Atletas não filiados na ABBN - Inscrições antecipadas (até 4ª feira):
INICIANTES - R$ 35,00
JUNIOR - R$ 40,00
AMADOR, MASTER E FEM. - R$ 45,00

• Atletas não filiados na ABBN - Inscrições depois de 4ª feira:
INICIANTES - R$ 40,00
JUNIOR - R$ 45,00
AMADOR, MASTER E FEM. - R$ 50,00

Arthur Steele

sexta-feira, 24 de outubro de 2008

Vídeo surf na pororoca

Surf na pororoca. Você tem coragem de encarar esta onda marrom com o risco de encontrar alguns jacarés e outros bichos pelo caminho?


quinta-feira, 23 de outubro de 2008

Curso fotografia de surfe dentro e fora d`água com Sebastian Rojas

Desvendar os mistérios da natureza em busca do imprevisível e do desconhecido é o que torna a profissão de fotógrafo tão excitante, ainda mais se a especialidade for fotografia de surfe. No entanto, para os que apreciam boas imagens deste esporte não gaz idéia das dificuldades e técnicas que envolvem este trabalho.

Quem está determinado a trabalhar em perfeita sintonia com o mar pode contar com uma oportunidade única. O curso Fotografia de Surf, dentro e fora d`água, traz para o Rio de Janeiro Sebastian Rojas, um dos mais conceituados profissionais de fotografia de surfe do mundo.

O evento, que têm vagas limitadas, acontece entre os dias 6 e 9 de novembro, com palestra e projeção de fotos, aula teórica e prática. Onde serão passadas informações diversas sobre como obter resultados rápidos e precisos utilizando equipamentos semi-profissionais na fotografia de surf aquática e terrestre. Bem como técnicas de fotografia e equipamentos utilizados pelos fotógrafos profissionais mais experientes.

Além disso, Sebastian Rojas contará os segredos da sua história de sucesso na fotografia de surfe, e falará sobre as técnicas necessárias para se tornar fotógrafo de revistas, sites e jornais especializados.

As aulas práticas serão realizadas nas praias que oferecerem as melhores condições para a prática do esporte, com equipamento aquático e acompanhamento em tempo integral do fotógrafo.

Conhecendo Sebastian Rojas

Sebastian é especializado em fotografia aquática em condições extremas há mais de 20 anos, com vasta experiência internacional nos melhores surf-spots do planeta. Colabora com diversos veículo internacionais e têm exclusividade com a revista Fluir há 21 anos, onde publicou mais de 100 capas e dezenas de matérias em lugares como Havaí, Indonésia, Austrália, Brasil, entre outros.

Iniciou workshops de fotografia de surf em 2007 na V Maratona Fotográfica realizada pela Portfolio Escola de Fotografia, em Curitiba. Vários canais de televisão realizaram matérias documentando suas técnicas utilizadas de forma didática para milhares de pessoas no território brasileiro.

Confira a programação do curso:

- Dia 6 de novembro - Palestra e projeção de fotos com Sebastian Rojas, Aberta ao Público, a partir das 19hs na Faculdade Estácio de Sá, na Barra da Tijuca.

- Dia 7 de novembro (Início do Curso) - Aula teórica na Faculadade Estácio de Sá - Barra, com o seguinte cronograma:

- Início às 10h da manhã até às 13 h
- Intervalo para almoço
- 14h30 às 20h, com um intervalo para coffee break.

- Dias 8 e 9 de Novembro - Aula Prática em Saquarema

- Saída da Barra da Tijuca, às 6h30, em frente ao shopping New York (Avenida das Américas, 4666 - Barra da Tijuca - Rio de Janeiro), com transporte exclusivo sentido Saquarema.

- Ao chegar em Saquarema, os alunos deixarão as bagagens na pousada Itauna Inn (www.itaunainn.saquarema.com.br) de frente para a praia de Itaúna, onde dará início às aulas práticas. No segundo dia, após o café-da-manha na pousada, iniciaremos o segundo dia do curso prático.

- Saída de Saquarema por volta das 17h30 sentido Rio de Janeiro.



Investimento

O valor do curso é de 2 x R$290,00 ou R$ 550,00 à vista

Incluídos no pacote:
- Aulas práticas e teóricas (com coffee break)
- Pousada sábado e domingo em saquarema
- Transporte
- Para os que não possuem equipamento para fotografia dentro d´agua será revesado alguns equipamentos.

Depósito bancário
Unibanco
Agência: 0473
conta corrente: 117736-8
em nome de Alan Monteiro de Simas


Contato
Alan Simas - contato@fotodosurf.com.br
Telefone - 21- 9775-8198
Viviane Freitas – vivianefreitas04@hotmail.com
Telefone – 21 - 8602-5555

Realização : Foto do Surf
Apoio: Universidade Estácio de Sá e Croma.

terça-feira, 21 de outubro de 2008

Comunicado aos atletas e demais interessados

A Federação Gaúcha de Surf informa que o Calendário de 2008 sofrerá alteração nas datas dos seus eventos, bem como na pontuação de uma das etapas internas de suas associações filiadas.
A etapa inicialmente marcada para os dias 01 e 02 de Novembro, valendo 2.000 pontos, será transferida para os dias 15 e 16 de Novembro em virtude da realização do WCT, que ocorre entre os dias 28 de Outubro a 05 de Novembro em Santa Catarina. Esta mudança se justifica pelo pedido de diversos atletas que desejavam assistir esse grande evento. O período dos dias 15 e 16 de Novembro, que estava reservada para o INTERSURF, teve a desistência por parte da promotora, assim abrindo a oportunidade aos atletas de acompanhar a etapa do mundial.
Já a Associação dos Surfistas de Torres (AST), em comemoração aos seus 25 anos de existência, solicitou a alteração da pontuação de seu evento que será realizado entre os dias 08 e 09 de novembro para 1.000 pontos. Com esta alteração, o circuito terá duas etapas de 1.000 pontos, seis etapas de 2.000 pontos e quatro etapas de 500 pontos. Para efeito de ranking serão somadas as seis melhores colocações dos atletas nos eventos de 1.000 e 2.000 pontos, com dois descartes num total de oito etapas. Já nos circuitos internos, teremos somados ao ranking os três melhores resultados dos quatro disputados.
A Federação Gaúcha de Surf informa ainda que todas essas alterações serão realizadas para beneficiar todos os atletas que competiram no Circuito Gaúcho Amador durante o ano de 2008. Qualquer dúvida, entrar em contato com Jéferson Rabassa, no telefone 51 99685817. Ou maiores informações no site www.fgsurf.com.br .

Atenciosamente
Jéferson Rabassa – Tour Manager da Federação Gaúcha de Surf
51 99685817

OUTUBRO

25 A 26



IMBÉ OPEN

GAÚCHO AMADOR

MASC/FEM

IMBÉ

500 pts

ASIB

NOVEMBRO

1 A 2









8 A 9



AST/FEELGOOD

GAÚCHO AMADOR

MASC/FEM

TORRES

1.000 pts

AST

15 A16



CIRCUITO GAUCHO AMADOR

GAÚCHO AMADOR

MASC/FEM

A DEFINIR

2.000 pts

ESPIRITO RADICAL

22 A 23



IMBÉ OPEN

GAÚCHO AMADOR

MASC/FEM

IMBÉ

500 pts

ASIB

29 A 30



BILLABONG COLEGIAL

COLEGIAL 2008

MASC/FEM

TORRES


X3

DEZEMBRO

05 A 07



SMOLDER/BANRISUL PRO 2008

GAÚCHO PRO

MASC

TORRES

15.000,00

ESPIRITO RADICAL

13 A 14



CIRCUITO GAUCHO AMADOR

GAÚCHO AMADOR

MASC/FEM

A DEFINIR

2.000 pts

ESPIRITO RADICAL

20 A 21



BILLABONG COLEGIAL

COLEGIAL 2008

MASC/FEM

TORRES


X3

Ocorreu um erro neste gadget
Template by - Abdul Munir | Daya Earth Blogger Template | Política de Privacidade