quarta-feira, 11 de dezembro de 2013

Da Hui Apresenta De Lucca AST PRO/AM de Surf 2013

Torres encerra o circuito Gaúcho de Surf

A cidade de Torres receberá a última etapa do circuito Gaúcho de Surf no ano com a realização do De Lucca AST PRO/AM de Surf 2013, que é apresentado pela Da Hui, no final de semana de 20, 21 e 22 de dezembro, na Prainha, em Torres. A realização do evento é alusiva aos 30 anos da Associação dos Surfistas de Torres (AST), que completou as três décadas de existência em 26 de novembro.

Mais uma vez a AST, juntamente com seus parceiros, colocou em jogo R$ 7.000,00 (sete mil reais) de premiação para a categoria Profissional, sendo o primeiro colocado agraciado com R$ 3.000,00 (três mil reais). Os atletas com colocação até o 13º lugar receberão premiação em dinheiro. Já o campeão do circuito Gaúcho Profissional terá ainda uma passagem aérea para o PERU, oferecida pela Avianca Taca. Entre os Amadores, estarão em jogo mais de R$ 15.000,00 (quinze mil reais) em kits de prêmios para as 11 categorias do certame. O campeão da categoria Open (desta etapa) também receberá uma passagem aérea para o Peru através da parceria Avianca Taca e AST.

Para participar das competição é preciso garantir uma das vagas. As inscrições podem serem feiras através de um depósito bancário para a Associação dos Surfistas de Torres (Banco do Brasil – Agencia 0778-1, conta corrente 15991-3) com os valores para cada uma das categorias que pretende disputar. Para competir na categoria Profissional o valor é de R$ 100,00 (cem reais), enquanto para a Open é R$ 60,00 (sessenta reais), na Iniciantes, Mirim, Júnior, Sênior, Máster, Feminino, Universitário, Longboard e Surdos, o custo é de R$ 50,00 (cinquenta reais). Com o objetivo de incentivar novos atletas, a AST não cobrará inscrições para a categoria Grommets. Após efetuar o depósito, é necessário enviar o comprovante identificado com o nome do com o nome do Surfista e a categoria desejada para o e-mail do Tour Manager da Federação Gaúcha de Surf (FGSurf), Jéferson Rabassa, através do e-mail lab.rs2@daruma.com.br. Lembrando que as inscrições se encerram ao meio dia de quinta-feira (19/12) e não haverá reservas de vagas. Durante as disputas poderá ser solicitado pela Organização do evento o documento de identidade para verificação das faixas etárias, conforme lista abaixo:

PROFISSIONAL – Sem limite de idade;

OPEN - Sem limite de idade;

JÚNIOR - Para nascidos a partir de 01/01/1995;

MIRIM - Para nascidos a partir de 01/01/1997;

INICIANTES - Para nascidos a partir de 01/01/1999;

GROMMETS - Para nascidos a partir de 01/01/2001;

MÁSTER - Para nascidos até 31/12/1977;

SÊNIOR - Para nascidos até 31/12/1985;

LONGBOARD, FEMININO e SURDOS - Sem limites de idade.

UNIVERSITÁRIO - Para atletas comprovadamente estudantes de uma Universidade.

Outras informações a respeito das inscrições, das baterias e do cronograma podem ser obtidas diretamente com o Tour Manager da FGSurf, através do telefone 51 9968 5817. Todos os detalhes da competição podem ser conferidos também no site da AST (www.astsurf.com.br).

A organização do evento está preparando uma grande festa para que os atletas possam confraternizar e interagir com o público. Em breve teremos outras informações relativas a grande festa.

A Hospedagem indicada é a do Hotel Bauer, que terá promoções para os participantes da competição. Informações e reservas devem ser realizadas pelo telefone (51) 3664 1290, ou www.hotelbauer.com.br. O hotel é localizado na Rua Balbino de Freitas, 260 Esquina Barão do Rio Branco, no Centro de Torres.

O De Lucca AST PRO/AM de Surf 2016 conta coma a apresentação da Da Hui Surf, com o patrocínio da FUNDERGS, Secretaria do Esporte e Lazer do Governo do Estado do Rio Grande do Sul e Prefeitura Municipal de Torres. O apoio é da Pré Requisito, Modamar, Simões, Hotel Bauer, Restaurante Cantinho do Pescador, Lithos Arquitetura, Sea Life, Planeta Surf, Padaria Vosso Pão, Cia Wax, MLS, Dado Bier, Yazigi, Shaper Fins, ULBRA Torres, Banana Wax, Riu Kiu, DS2 Marketing Promocional, Be Happy, Avianca Taca e Trench Town. A realização é da Associação dos Surfistas de Torres (AST), e conta com a supervisão técnica da Federação Gaúcha de Surf (FGSurf).

Gabriel de Mello

terça-feira, 19 de novembro de 2013

A queda que matou Kirk Passmore

Canal havaiano divulga vídeo da vaca responsável pela morte de Kirk Passmore, na última quarta-feira, em Alligator Rock, Hawaii. Assista


O canal de TV havaiano KITV News divulgou as primeiras imagens da onda responsável pela morte do californiano Kirk Passmore. O acidente acontece na última quarta-feira, depois que o surfista vacou em uma onda estimadas em 30 pés no pico de Alligator Rock, North Shore de Oahu, Hawaii.

Segundo o cinegrafista Larry Haynes, responsável pelo registro, depois de vacar, o surfista parecia desorientado, batendo os pés para fora da água com a cabeça submersa. Este tipo de acidente é comum quando a pressão da onda estoura o tímpano do surfista, causando desorientação e desequilíbrio.

Essa é a causa mais provável para sua morte, já que o surfista tinha uma grande bagagem com ondas grandes e era um rosto conhecido no outside em condições como aquelas. Seu corpo continua desaparecido.



Fonte hardcore

segunda-feira, 4 de novembro de 2013

Dez regras básicas para o bom convívio no mar

Uma pequena lista a ser memorizada por new surfers e relembrada pelos veteranos.

Via Almasurf


Saber como se comportar no mar é uma questão de boa conduta, de bom senso e, principalmente, respeito. É a melhor maneira de evitar os maldizeres, xingamentos, broncas, gritos ou até mesmo, nos casos mais sem noção, de ganhar aquele belo pontapé ao sair do mar.

Com a crescente popularidade do esporte, está cada vez maior o número de pessoas na água e infelizmente as boas maneiras no surf muitas vezes acabam esquecidas – ou talvez nem conhecidas – e, assim, pegar onda pode se tornar mais perigoso e estressante do que deveria ser.
Escrevemos uma pequena lista de dez "regras" de etiqueta, porém de enorme importância, à serem memorizadas por novatos e relembradas pelos já veteranos no mar.

Regra #1: O "direito" à onda
A pessoa que está mais próxima do pico/peak (onde quebra) tem a preferência na onda.

Você está remando para a direita e o surfista a sua esquerda também, se a onda quebra mais próximo da outra pessoa, a onda é dela. Caso a onda quebre entre vocês, os dois podem pegá-la em direções opostas.

Vários surfistas experientes andam quebrando essa regra, o que é uma falta de respeito com todos os outros companheiros no mar que estão esperando corretamente sua vez de dropar.

Uma exceção para esta primeira regra é no caso da existência de um "lineup" – uma fila – algo muito comum em point breaks. Nesse caso, independente do posicionamento, o surfista "da vez" tem a preferência da onda.

Regra #2: Don’t Drop In / Não entre na onda do coleguinha
Se alguém esta entrando/pegando a onda, nem pense em ter a cara-de-pau de tentar entrar nela também. Pode haver uma colisão, ou, entre uma manobra e outra, você pode sair ferido.

Olhe para os dois lados antes de dropar, igual ao que se faz antes de atravessar a rua, e não rabeie ninguém que já estiver na onda. Se você dropar na frente de alguém sem querer e perceber, saia da onda.

Regra #3: The Paddling Rules / Na hora de remar
No caminho de volta, depois de pegar uma onda, não reme em direção ao centro do lineup (onde as pessoas estão surfando). A não ser que queria ser vaiado ou atropelado, reme pelo canal onde as ondas não estão quebrando - por fora das ondas, não através do meio delas.

Quando estiver remando para fora (com a intenção de sair da água), não fique na frente de alguém que esteja pegando a onda a menos que vocês estejam muuuito distantes. Você deve ir depois da pessoa que dropou. Você vai apreciar isso na próxima vez que você mesmo estiver pegando uma onda.

O surfista na onda tem prioridade. Se você se encontrar remando em oposição a uma onda com um surfista na sua direção, reme sempre em direção à espuma, se afastando da face limpa da onda, para a qual o surfista se dirige. Não tente atravessar a rota dele! Isto pode significar que você terá de lutar contra a espuma, mas é melhor do que ser atingido por um surfista em alta velocidade. Fique sempre atento ao que está acontecendo ao seu redor.

Se você não é experiente, evite sair remando para fora no meio de um lineup lotado.

Regra #4: Não abandone sua prancha!!
Se você se deparar com uma onda na arrebentação, não largue a prancha e mergulhe sozinho. Dê um "joelhinho" ou "tartaruga", e na pior das hipóteses, agarre sua bóia.

Isso é importante, especialmente quando o mar estiver lotado, sempre tente manter controle e contato com a sua prancha. Elas são grandes e pesadas, se você deixa-la sair voando por aí, ela vai, eventualmente, acertar alguém.

Regra #5: Don’t Snake / Don’t be a wave hog
Ou seja, não fique se reposicionando para ter o “direito à onda” sobre o surfista vizinho. Sendo um local ou não, mesmo que você consiga pegar todas as ondas e dar um show, espere sua vez. "Snakes" são extremamente irritantes – além de fazer com que os outros surfistas não tenham mais respeito por você. Isso também se aplica muito aos longboarders, kayakers, e stand up paddlers.

Regra #6: Conheça seus limites
Conheça seus limites e não entre em condições de mar fortes demais para você. Observar o mar durante alguns minutos antes de entrar é uma prática muito saudável e pode evitar vários problemas. Sem ideias "suicidas" com fim de impressionar a/o paquerinha que está assistindo.

Surfistas iniciantes devem ficar no inside (mais próximo da praia), até saberem que já tem a habilidade suficiente para surfar no outside.

Regra #7: Tente conhecer um pouco a natureza
Ao surfar, você vai lidar com elementos da natureza cuja interferência sobre o mar é total: a direção do vento, a formação de ondas, valas, correntezas, direção de ondulação, os animais entre outros. É fundamental que o surfista tenha conhecimento desses conceitos. Pode evitar que muita coisa dê errado, e até proporcionar o conhecimento para saber onde estão as melhores ondas!

Regra# 8: Give respect to gain respect / Respeito gera respeito
Respeite os outros, para ser respeitado. Siga essa simples "etiqueta" e seja educado com os desconhecidos ao seu redor. Eles lhe retribuirão a gentileza.

Os moradores que vivem em áreas residenciais perto da praia também merecem o seu respeito. Quando ainda estiver em terra, não dirija de forma imprudente. Evite a famosa "farofa" na praia, isso é: som alto na areia, brigas, lixo, falta de educação, e coisas do tipo – todos nós conhecemos bem.

Regra #9: Cuide bem da praia!
Não a suje, simples assim. Coloque o seu lixo no lixo e, se puder, o que encontrar largado pela areia e mar – mesmo que não seja seu. Em caso de ausência de lixeiras na praia, leve-o com você, tenha bom senso e educação.

Regra #10: If you mess up / Se você quebrar alguma das regras
Ninguém realmente declama no surf as regras de etiqueta, mas se você falhar e dropar ou atrapalhar acidentalmente a onda de alguém, uma desculpa rápida é apreciada – e ajuda a reduzir a tensão nos lineups. Você não tem que rastejar aos pés de ninguém... bem, a menos que você tenha feito algo realmente horrível. Honestamente, avacalhar a onda de alguém e simplesmente ignorar o ocorrido, é ridículo e pura falta de educação.

Vídeo de Alcides Lopes Bali

Video do Atleta Alcides Lopes durante sua viagem a Indonesia, 20 dias de muito surf em bali.

segunda-feira, 14 de outubro de 2013

Lucas Silveira encara roubadas e tubos perfeitos na Indonésia


Após 35 horas de voo até Bali, na Indonésia, mais 14 horas de viagem do aeroporto até Sumbawa – divididas entre duas horas de carro, seis horas de balsa, mais quatro horas de carro, duas de balsa e mais uma hora e meia de carro... Ufa! Lucas Silveira, 17 anos, pôde aproveitar, e bem, o swell épico de 16 pés o qual foi em busca, no mês de setembro, sua segunda viagem para o arquipélago este ano.


“Foi uma viagem inesquecível, tanto pelos melhores tubos da minha vida, quanto pelas diversas roubadas que passamos. Fui atrás do swell de 16 pés que estava previsto para o início de setembro, e valeu muito a pena. Surfei em Bali e em vários picos que não conhecia, como Lombok e Sumbawa”, conta Lucas.



Mesmo com este itinerário de tirar o fôlego, o surfista ainda conseguiu chegar antes dos seus equipamentos, isto porque suas pranchas não chegaram no mesmo voo que ele. Para dificultar mais um pouquinho, seus amigos da trip já estavam partindo direto para Sumbawa, e para não perder a viagem, Lucas surfou com pranchas emprestadas em um dos melhores swells da temporada.


“Desta vez eu tive que improvisar, mas mesmo assim peguei altas ondas, uma das melhores da minha vida. Evolução geral, tubos, aéreos, manobras e alguns caldos também. Foi bem marcante”, lembrou.

“A Indonésia é um paraíso para os surfistas mais fissurados, a Indonésia pode ser muito perigoso também. Para pegar tubos com este tem que saber surfar, pois em lugares muito rasos qualquer errinho já pode bater na bancada de corais. É um preço que se paga, além da viagem ser muito longa e cansativa. Mas no final tudo vale a pena por alguns bons segundos de tubos”, conclui Lucas Silveira.


O seu treinador e companheiro de trip, Leandro Dora (Aprimore Surf), declarou seu orgulho em relação ao desempenho do atleta, através do seu Facebook.


“Já estamos trabalhando juntos a alguns anos e a cada viagem e a cada dia percebo a maturidade e profissionalismo se moldando ao caráter exemplar desse atleta. No swell de nossa última semana na Indonésia, só estava o Lucas. Ele chamou a atenção de vários atletas gringos por sua atitude e técnica”.









sexta-feira, 11 de outubro de 2013

Lucas Silveira encara roubadas e tubos perfeitos na Indonésia

Após 35 horas de voo até Bali, na Indonésia, mais 14 horas de viagem do aeroporto até Sumbawa – divididas entre duas horas de carro, seis horas de balsa, mais quatro horas de carro, duas de balsa e mais uma hora e meia de carro... Ufa! Lucas Silveira, 17 anos, pôde aproveitar, e bem, o swell épico de 16 pés o qual foi em busca, no mês de setembro, sua segunda viagem para o arquipélago este ano.

“Foi uma viagem inesquecível, tanto pelos melhores tubos da minha vida, quanto pelas diversas roubadas que passamos. Fui atrás do swell de 16 pés que estava previsto para o início de setembro, e valeu muito a pena. Surfei em Bali e em vários picos que não conhecia, como Lombok e Sumbawa”, conta Lucas.

Mesmo com este itinerário de tirar o fôlego, o surfista ainda conseguiu chegar antes dos seus equipamentos, isto porque suas pranchas não chegaram no mesmo voo que ele. Para dificultar mais um pouquinho, seus amigos da trip já estavam partindo direto para Sumbawa, e para não perder a viagem, Lucas surfou com pranchas emprestadas em um dos melhores swells da temporada.

“Desta vez eu tive que improvisar, mas mesmo assim peguei altas ondas, uma das melhores da minha vida. Evolução geral, tubos, aéreos, manobras e alguns caldos também. Foi bem marcante”, lembrou.

“A Indonésia é um paraíso para os surfistas mais fissurados, a Indonésia pode ser muito perigoso também. Para pegar tubos com este tem que saber surfar, pois em lugares muito rasos qualquer errinho já pode bater na bancada de corais. É um preço que se paga, além da viagem ser muito longa e cansativa. Mas no final tudo vale a pena por alguns bons segundos de tubos”, conclui Lucas Silveira.

O seu treinador e companheiro de trip, Leandro Dora (Aprimore Surf), declarou seu orgulho em relação ao desempenho do atleta, através do seu Facebook.

“Já estamos trabalhando juntos a alguns anos e a cada viagem e a cada dia percebo a maturidade e profissionalismo se moldando ao caráter exemplar desse atleta. No swell de nossa última semana na Indonésia, só estava o Lucas. Ele chamou a atenção de vários atletas gringos por sua atitude e técnica”.


Lucas Silveira Indo Set 2013L from AprimoreSurf on Vimeo.

quinta-feira, 19 de setembro de 2013

As grandes vacas de 2012

Dá uma conferida no vídeo da Billabong com os maiores caldos nas maiores ondas do 2012. Dá até uma agonia só de ver.

quinta-feira, 12 de setembro de 2013

Karol Knopf faz ensaio exclusivo para o site do Canal OFF

Já está disponível no site do Canal OFF (www.canaloff.com) o ensaio exclusivo com a carioca Karol Knopf, a OFF Girls de setembro. O cenário escolhido foram as praias de Arraial do Cabo, Região dos Lagos do Rio de Janeiro. Karol não é apenas a bela protagonista da série “Ilhas Paradisíacas”. Aos 24 anos, ela pratica surfe, stand up paddle, skate, ciclismo, corrida e se aventura em diversas modalidades radicais. “Não sei viver sem isso, faz parte do meu dia a dia, da minha rotina”, explica. Engana-se quem acha que a surfista e modelo prioriza as atividades físicas apenas por causa do corpo sarado. Karol revela que também trabalha a mente nestes momentos, onde os pensamentos ruins ficam de lado. Além das fotos, um perfil e um vídeo com o making of do ensaio também estão disponíveis para os internautas.


No OFF, Karol Knopf, ao lado de Mariana Goldfarb, comanda a série “Ilhas Paradisíacas” onde as aventureiras saem em busca das ilhas mais bonitas do mundo, como Micronésia, Tailândia e Filipinas. Entre os meios de transportes usados pela dupla estão barcos e também pranchas de stand up paddle. A direção é do renomado Sylvestre Campe que inova ao fazer imagens pilotando um paramotor. A produtora é a Cinemauro. “Ilhas Paradisíacas” vai ao ar toda terça-feira, às 21h30, no Canal OFF.

No OFF GIRLS, seção do site do Canal OFF com fotos, perfis e vídeos de ensaios exclusivos com mulheres que fazem parte do Universo OFF, também estão as belas Mariana Goldfarb, Nicole Calheiros, Sofie Mentens, Emile Biason, Claudinha Gonçalves e Julia Ericson.

Sobre o Canal OFF
Sonhe, explore e descubra novos horizontes onde conquistas se transformam em grandes historias. No Canal OFF, ação, aventura, adrenalina e natureza são retratadas em cenários paradisíacos, trilhas sonoras incríveis e com personagens que encaram experiências de tirar o fôlego. Na grade de programação, produções nacionais e internacionais protagonizadas por pessoas comuns apaixonadas por aventura outdoor ou por nomes conhecidos em modalidades do ar, água, terra e neve. O canal OFF está no ar nas versões SD e HD das principais operadoras de TV paga do país.

segunda-feira, 5 de agosto de 2013

Concurso tem fotos de esportes radicais confira algumas fotos

Com imagens impressionantes, competição conta com 10 categorias e termina no fim de agosto. Confira algumas das fotografias finalistas.

Os esportes radicais proporcionam imagens impressionantes para praticantes e espectadores. Por isso, uma marca americana criou o concurso ''Illume'', que elege as fotos que eternizam melhor esses momentos. Ao todo são 10 categorias disputando prêmio. Mesmo antes da decisão final, algumas fotos já foram divulgadas.

As imagens captam momentos de praticantes de diversas modalidades, como surfe, skate, snowboard, esqui e canoagem. As categorias do concurso analisam mais do que a foto em si, já que até criatividade e iluminação são alguns dos pontos importantes. Os 50 finalistas se reúnem no fim de agosto, em Hong Kong, onde os vencedores serão conhecidos.






Fonte

domingo, 4 de agosto de 2013

WCT Tahiti confira o teaser do evento que começa dia 15

Entre os dias 15 e 26 de agosto acontece a sexta etapa do World Championship Tour 2013, nas ondas de Teahupoo, Tahiti.

Ano passado a final foi australiana com Mick Fanning vencendo Joel Parkinson.

O destaque brasileiro na etapa foi Ricardo dos Santos, que se tornou bicampeão da triagem além de ter eliminado Kelly Slater, Jordy Smith e Taj Burrow até ser parado por Mick nas quartas de final.

Este ano Ricardinho já está garantido na triagem, assim como Bruno Santos, campeão do evento principal em 2008.

Confira agora o teaser da prova de 2013.


Ricosurf / Por Carlos Matias

Alagoanos vencem cinco das onze categorias

O cenário para o último dia das disputas do Surf Nordeste 2013 na Praia do Francês, um dos melhores picos de ondas do nordeste, amanheceu perfeito.

Sol, mar alinhado e excelentes ondas com 1m na série que abriam para os dois lados proporcionaram aos competidores desempenhos invejáveis e confrontos eletrizantes.

Os anfitriões reafirmaram a intimidade com o pico e saíram vencedores de cinco categorias.

O primeiro foi Victor Costa, que garantiu sua permanência na ponta do ranking iniciante. Victor surfou com determinação, venceu o baiano Taiwan Chan e junto com Matias Ramos (3º) estragou a dobradinha baiana que foi formada por Taiwan e Namor Cayres (4º) durante quase todo o confronto.

Klinger Peixoto, também fez a festa da torcida. Em uma bateria de poucas ondas surfadas registrou 6.67 e 8.67 para vencer Saulo Carvalho (2º) na Master. Na Kahuna, Carlos Pereira superou o campeão da primeira etapa Cardoso Junior para se juntar ao time de campeões alagoanos.

Os atletas da categoria Infantil, que dão seus primeiros passos nas competições, prenderam a atenção do público ao demonstrarem determinação, coragem e preparo físico para vararem as fortes arrebentações da Praia do Francês. E quem levou a melhor mais uma vez foi um local.

Welington Reis venceu o potiguar Mateus Sena (2º) por um apertado placar de 11.64 x 11.27. Os pequenos grandes atletas surfaram com muita determinação e esquentaram a briga pelo título inédito. Cauã Costa, assim como em Paracuru, ficou com o terceiro posto e Kauã Hanson (PB) com o quarto.

Junior Manteiga (PB) repetiu o invejável desempenho da etapa inaugural do tour e saiu do mar como campeão SUP Wave Open sem ser incomodado pelos adversários.

Junior que acumula títulos como o de heptacampeão paraibano de Longboard, campeão brasileiro de Race 2011, campeão brasileiro de Long Master e o terceiro melhor do Brasil em SUP Wave, encontrou a melhores ondas, surfou muito à vontade e mais uma vez não deixou dúvidas para vencer e manter-se mais líder do que nunca. Com o segundo posto ficou o cearense, campeão brasileiro de longboard, Geraldo Lemos.

Larissa dos Santos também repetiu a performance da primeira etapa e subiu ao lugar mais alto do pódio no Francês. Com um surf diferenciado garantiu a invencibilidade e deu um importante passo rumo a mais um título regional. A paraibana Rayssa Fernandes ficou em segundo, Juliana Sousa (CE) em terceiro e Vitória Rodrigues (RN) em quarto.

Na Sênior, Saulo Carvalho atacou forte as esquerdas com seu backside afiado para superar o potiguar João Hermógenes, segundo colocado, o pentacampeão nordestino Flávio Sukita, que ficou em terceiro, e o campeão da etapa de abertura Emanoel de Sousa que não encontrou boas ondas na bateria final e subiu ao pódio com a quarta colocação.

Romualdo e Reginaldo Nascimento, que no dia de ontem não deram chances a seus adversários, garantiram mais uma vez a dobradinha familiar para empatar na liderança do Circuito.

No Ceará Reginaldo obteve melhor desempenho e venceu. Hoje, no Francês, seu irmão Romualdo apresentou um variado arsenal de manobras, misturou o clássico com o progressivo trabalhando bem o seu pranchão e na melhor onda anotou um 8,5 para fechar a fatura e levar o troféu para Maracaípe.

Os atletas da categoria Mirim souberam aproveitar muito bem as excelentes condições do mar. O campeão, Rafael Venuto, fez uma boa leitura das ondas e apostou nas direitas para conquistar o título e liderar o Circuito.

Anotou 5.93 e 7.67 nas duas melhores e superou o pernambucano Douglas José que somou 10.70 e ficou com o vice-campeonato. Wallace Junior (BA) e Rafael Tigrão (CE) ficaram com a terceira e quarta colocações, nesta ordem.

O índio voador paraibano Elivelton Santos liderou quase toda a bateria final da categoria junior. Já no último minuto o valente alagoano Victor Ramos que precisava de um 5.38 mandou um rasgadão que lhe rendeu 5.60 e a virada em cima de Elivelton que ainda tentou retomar a liderança, mas na última onda anotou 4,10 enquanto precisava de 4.33. Para sacramentar a vitória Victor ainda achou outra onda, na regressiva, e mandou um aéreo voltando na base e levando o público ao delírio.

"Estou muito feliz, vencer em casa é maravilhoso! Não desisti e no final da bateria consegui pegar as duas ondas para superar o Elivelton. Agora é só comemorar”, disse Victor.

Os atletas do Rio Grande do Norte Jackson Rodrigues e Deyvson Santos subiram ao pódio com o terceiro e quarto lugares em Alagoas.

Com o resultado, Elivelton passa a ocupar o topo do ranking e Jhone Fran, campeão da primeira etapa que ficou em quinto na prova, é o segundo na tabela.

Amando Tenório esbanjou estilo e confiança na categoria Open. Na semifinal ele havia anotado a melhor média do Surf Nordeste, 17 pontos, e surfando com uma prancha mágica 5’9” abriu muito bem o confronto final em uma direita da série onde mandou dois manobrões fortes jogando muita água para registrar 8.23.

Elivelton veio logo atrás para dar o troco mas não conseguiu uma nota tão boa, continuou tentando, assim como Deyvson Santos e José Francisco, até os últimos instantes. Mas Tenório usou todo o conhecimento do pico, não deu chances aos oponentes e aumentou a vantagem para, embalado pela torcida que foi a loucura na areia, sagrar-se campeão em casa.

“Estou amarradão com o este título. Em 2012 tentei bastante, mas não consegui ser campeão. Este ano treinei muito e estava focado. Só tenho que agradecer! Ofereço essa vitória ao meu pai que é meu grande incentivador”, disse Tenório.

Vale ressaltar o excelente desempenho do atleta local da Praia de Miami no Rio Grande do Norte, Deyvson Santos, que obteve desempenho notável em todos os embates. Na semifinal ele mandou dois aéreos reverse em uma direita da série e completou com perfeição para cravar a única nota 10 do evento.

Na final, Deyvson não foi feliz na escolha das valas e saiu do Francês com a quarta posição na Open e a vitória na Expression Session, que desta vez substituiu o Tag Team, após mandar mais um aéreo muito alto e muito bem executado.

O defensor do título do circuito entre os opens, José Francisco, também surfou com requinte durante toda a prova e ficou logo atrás de Elivelton com o terceiro posto, mesmo resultado obtido na primeira etapa em Paracuru.

Resultados:

Stand Up Open
1º - Junior Manteiga (PB)
2º - Geraldo Lemos (CE)
3º - Fabio Macena (PB)
4º - André Cabuin( CE)


Infantil
1º - Welligton Reis (AL)
2º - Mateus Sena(RN)
3º - Cauã Costa(CE)
4º - Kauã Hanson (PB)


Feminino
1º - Larissa dos Santos(CE)
2º - Rayssa Fernandes (PB)
3º - Juliana Sousa (CE)
4º - Vitória Rodrigues(RN)


Iniciante
1º - Victor Costa (RN)
2º - Taiwan Chan (BA)
3º - Matias Ramos (CE)
4º - Namor Cayres (BA)


Sênior
1º - Saulo Carvalho (PB)
2º - João Hermogenes (RN)
3º - Flávio Sukita (CE)
4º - Emanoel de Souza (RN)


Master
1º - Klinger Peixoto (AL)
2º - Saulo Carvalho (PB)
3º - João Hermogenes (RN)
4º - Cardoso Jr. (CE)


Longboard
1º - Romualdo Nascimento (PE)
2º - Reginaldo Nascimento (PE)
3º - Rafael Cavalcanti (PE)
4º - Geraldo Lemos( CE)


Mirim
1º - Rafael Venuto (CE)
2º - Douglas José (PE)
3º - Wallace Junior (BA)
4º - Rafael Tigrão (CE)


Kahuna
1º - Carlos Pereira (AL)
2º - Cardoso Junior (CE)
3º - Marcelo Vaz (MA)
4º - Jorge Gringo (CE)


Júnior
1º - Victor Ramos (AL)
2º - Elivelton Santos (PB)
3º - Jackson Rodrigues (RN)
4º - Deyvson Santos (RN)


Open
1º - Amando Tenório (AL)
2º - Elivelton Santos (PB)
3º - José Francisco (PB)
4º - Deyvson Santos (RN)



quarta-feira, 29 de maio de 2013

Roberta Borsari confirma presença no Mundial de Kayaksurf

Atleta se prepara para disputar a competição mais importante do esporte

A aventureira Roberta Borsari se prepara para disputar o Campeonato Mundial de Kayaksurf, modalidade que mistura técnicas de


canoagem e surfe. O evento acontecerá na Austrália entre os dias 9 e 20 de julho e, mais uma vez, ela deverá ser a única representante feminina do Brasil na disputa, com expectativa também de se manter entre as 10 melhores do mundo no esporte.

“Esta é a prova mais importante da modalidade, pois define o ranking mundial e reúne os principais atletas de todos os cantos do mundo. Fico honrada de representar meu país mais uma vez”, conta Borsari, que soma os feitos de ter o maior número de participações em provas internacionais e ser recordista em quantidade de medalhas e pódios conquistados nos últimos anos pelo país na modalidade.

Para estar em forma nas disputas, Borsari leva uma rotina em ritmo acelerado. Ela divide o tempo entre o esporte e a carreira profissional, com seções de treinos diários em São Paulo, viagens aos finais de semana e gerenciamento de uma equipe criativa do maior portal de Internet da América Latina. “A preparação é um desafio à parte, pois moro na capital paulista e faço os treinos físicos na raia da USP e treinos técnicos somente nos finais de semana, quando há condições apropriadas, mas compenso a falta da praia com foco, disciplina e muita determinação”, conta Roberta, que supera as dificuldades diárias com muito empenho.
Com mais de 15 anos de carreira, a atleta coleciona títulos e conquistas, como ser a primeira mulher no mundo a surfar a Pororoca Amazônica de caiaque e a primeira atleta a realizar a travessia de Stand Up Paddle em mar aberto da Barra do Sahy até Alcatrazes, com extensão de 40 quilômetros. Ela também é pioneira na canoagem nacional e tem um projeto de travessias de Stand Up Paddle. Mais informações podem ser obtidas nos sites www.robertaborsari.com e www.suptravessias.com.br

quinta-feira, 16 de maio de 2013

Joel Parkinson dá aula de surf para crianças da Associação de Surf da Rocinha

Campeão mundial de surf caiu no mar com alunos do projeto e participou de churrasco na Rocinha

Joel Parkinson teve uma missão diferente nesta quarta-feira. Além de buscar as ondas, o campeão mundial de surf teve a missão de ensinar as crianças da Associação de Surf da Rocinha a pegá-las. Ao lado de Jack Freestone (bicampeão mundial do PRO JR e wildcard do Billabong Rio PRO) e de Mark Occhilupo (o lendário Occy que também se consagrou campeão mundial em 1999), Parko chegou a praia de São Conrado antes das 8h da manhã. Os três fizeram uma session sozinhos, para aquecer, enquanto as crianças faziam a limpeza da praia, num trabalho de conscientização ambiental. Em seguida, ídolos e alunos caíram no mar numa grande farra. Parko, Jack e Occy ensinaram algumas de suas táticas para a garotada que demonstrava muito carinho pelos surfistas profissionais. “Foi muito divertido. Foi incrível!”, disse Parko ao sair da água.

Quando a aula acabou, por volta das 10h, todos subiram o morro da Rocinha. Por lá, o time Billabong foi até uma das lajes da comunidade e apreciou a vista que os moradores do local tem. Enquanto Parko, Jack e Occy apreciavam a beleza do Rio de Janeiro sob um outro ângulo, a Associação de Surf da Rocinha preparava um churrasco em homenagem aos surfistas. Todos participaram juntos de um momento de confraternização, que inclui doação de pranchas para o projeto e pôsteres autografados para os alunos. A ação foi acompanhada pelo staff nacional e internacional da marca, além de convidados e imprensa.

Além disso, Joel Parkinson e Jack Freestone estão na disputa do Billabong Rio PRO, que deve retomar as atividades nessa sexta-feira, dia 17. Joel passou direto para o 3° round e Jack vai encarar a repescagem. Para mais informações: https://www.facebook.com/billabongbrasil

 
 
Fotos: Paulo Barcellos

Vídeo de Teahupoo com 25 pés dia 13/05/2013

Vídeo de Teahupoo com 25 pés dia 13/05/2013, Makua Rothman levou uma vaca e ganhou 50 pontos, um dedo e um osso quebrado, mas pelo menos siu vivo.


quarta-feira, 15 de maio de 2013

Surfistas da Billabong fazem passeio por Santa Teresa

Alessa, Courtney e Laura aproveitaram a tarde de ontem no centro do Rio.

Mesmo com o fim da etapa brasileira do mundial feminino de surf, as surfistas continuam aproveitando as belezas do Rio de Janeiro. Sem a preocupação de competir e descansar para suas baterias, Alessa Quizon, Courtney Conlogue e Laura Enever tiraram a tarde dessa terça-feira para conhecer o bairro de Santa Teresa. A primeira parada do trio da Billabong foi na famosa Escadaria Selarón. Lá as três posaram para fotos e se divertiram com as cores e com o visual do local. Depois o passeio seguiu de carro até o restaurante Aprazível, onde as três escolheram pratos tipicamente brasileiros, como a Picanha de Sol, e se encantaram com a decoração do local. O almoço se estendeu até o pôr do sol, que arrancou suspiros e mais fotos.


 Fotos: Paulo Barcellos

Nicolle Calheiros faz ensaio exclusivo para o site do Canal Off

Este mês, a bodyboarder profissional Nicolle Calheiros leva todo o seu charme e beleza para o site do Canal OFF. A carioca de 27 anos que tem a mania de combinar as cores da prancha, fez um ensaio exclusivo na praia da Macumba para a seção OFF Girls. O resultado, que contempla além das fotos, um perfil e o vídeo com o making of, já está disponível para os internautas. Nicolle, que já foi campeã mundial amadora e figurou durante anos entre as top 10 do circuito mundial profissional de bodyboarding, se considera uma viciada em esportes, já praticou jiu-jitsu, basquete, vôlei, pólo aquático e capoeira. Em dias de onda pode ser facilmente encontrada no Posto 5, em Copacabana.

Veja o ensaio: AQUI

No OFF GIRLS, seção do site do Canal OFF com fotos, perfis e vídeos de ensaios exclusivos com mulheres que fazem parte do Universo OFF, ainda estão as belas Sofie Mentens, Claudinha Gonçalves, Julia Ericson e Emile Biason.

terça-feira, 14 de maio de 2013

Derek Rabelo recebeu convidados na premiere do seu filme Além da Visão

Foto: Paulo Barcellos

Surfista reuniu amigos no Pe’Ahi para exibir algumas cenas do documentário que conta sua trajetória no surf.

Derek Rabelo, o surfista cego que ficou conhecido por encarar as temidas ondas de Pipeline, reuniu ontem, domingo dia 12, amigos e parceiros no restaurante Pe’Ahi (Barra da Tijuca/RJ) para exibir uma prévia do documentário “Além da Visão”, que conta a trajetória do jovem capixaba pelo mundo do surf e que tem previsão de lançamento no final deste ano. O filme reúne cenas da vida de Derek e do encontro dele com os grandes ídolos do surf, como Joel Parkinson, Taj Burrow e Kelly Slater. Filho de pais apaixonados pelo esporte, Derek mostra que mesmo sem enxergar é possível realizar sonhos e superar obstáculos. Com direção de Bruno Lemos e Luiz Werneck, “Além da Visão” afirma que Derek é muito mais que um surfista, mas é também uma fonte de inspiração.

Para acompanhá-los na apresentação desse teaser Derek chamou também Alessandra Berlinck, CEO do Grupo GSM, Roger Barbosa e Zé Paulo Ferreira, todos da equipe Billabong, da qual Derek faz parte do marketing e é responsável pelos projetos especiais de cunho social que envolvam portadores de necessidades especiais, assim como ele, repassando a todos sua essência de superação e sua luta pela inclusão na sociedade e no esporte. “O Derek é apaixonado pelo surf e tem o espírito livre, vive em busca de desafios e tem uma relação de respeito com o mar e com a natureza. A aproximação com a BIllabong aconteceu de forma orgânica e espontânea. Ele já conhecia a marca, nossa história consistente e quis fazer parte dessa equipe. Nós admiramos a coragem dele e nos identificamos com esse exemplo de amor a vida, independente das limitações que ela possa nos dar”, afirma Alessandra Berlinck. Além destes, estavam presentes por lá o ator Kayky Brito e o lutador de MMA Rodrigo Minotauro.
Foto: Paulo Barcellos
Foto: Paulo Barcellos
Foto: Paulo Barcellos
Foto: Paulo Barcellos


segunda-feira, 13 de maio de 2013

Ricardo dos Santos aproveita day off e embarca para o Tahiti

Crédito: Paulo Barcellos
Surfista catarinense aproveita pausa no Billabong Rio PRO para buscar swell no Tahiti, mas volta ao Brasil na quinta-feira.

Ricardo dos Santos venceu, na quinta-feira dia 09, a triagem do Billabong Rio PRO e garantiu a última vaga no campeonato, que se encontra em stand by devido as condições climáticas. Enquanto isso não acontece o surfista da Guarda do Embaú arrumou as malas e partiu para o Tahiti, onde a previsão é de ondas gigantes, principalmente na terça-feira dia 14.

Ele, que está na repescagem do 2° round, providenciou a vinda de sua prancha de town-in para o Rio de Janeiro, de onde embarcou para o Tahiti no domingo a noite. “Quero pegar uma bomba gigante lá. Da outra vez em que essa previsão se confirmou eu tinha uma bateria com o Kelly Slater e não quis arriscar, mas hoje sinto que se não for terei muito a perder, pois este é o foco da minha carreira. Vou atrás dessa bomba e espero voltar pra minha bateria do Billabong Rio PRO com essa onda na memória”, afirma Ricardinho.

quinta-feira, 9 de maio de 2013

Billabong Team se reúne para tarde de autógrafos

Surfistas se encontram para tarde de autógrafos na loja da marca no Barra Shopping este sábado, dia 11.

A Billabong leva, no sábado dia 11, seu time de surfistas para uma tarde de autógrafos na loja da marca no Barra Shopping. A partir das 18h30 nomes como: Alessa Quizon, Courtney Conlogue, Laura Enever, Jack Freestone, Joel Parkinson, Ricardo dos Santos, Occy e Taj Burrow estarão a postos para receber clientes e convidados da marca e assinar pôsters e cards com imagens exclusivas de cada um deles em busca da onda perfeita.

Todos os surfistas do time estão no Rio de Janeiro para competir a etapa brasileira do mundial de surf, com janela entre os dias 8 e 19 deste mês. Alessa Quizon chegou à cidade para disputar a triagem. Courtney Conlogue e Laura Enever vieram em busca da vitória na corrida pelo titulo a duas etapas do fim da temporada feminina.

Já Jack Freestone, bicampeão mundial da categoria PRO JR veio como convidado da marca. Joel Parkinson, atual campeão do mundo e vice no Billbong Rio PRO 2012 e Taj Burrow, terceiro colocado do ranking, chegaram com o intuito de ven
cer e alcançar a liderança do circuito. Ricardo dos Santos, brasileiro destaque na temporada havaiana, veio para participar da triagem e disputar uma das vagas, já Occy, o lendário “touro indomável” acompanha os campeonatos da Billabong pelo mundo e completa a equipe da marca, que patrocina o Billabong Rio PRO, etapa masculina do ASP World Championship Tour no Brasil.

Para mais informações: www.billabong.com.br

segunda-feira, 6 de maio de 2013

Frooty Açaí apoia Prêmio FLUIR Waves e patrocinará o vencedor da categoria Longboarder por um ano

Maior evento do surf nacional, o Prêmio FLUIR Waves chega em sua 19ª edição e premiará os melhores de 2012 em 15 categorias. A cerimônia, conhecida como o “Oscar do surf brasileiro”, será realizada no dia 8 de maio, a partir das 20h, no Teatro Oi Casa Grande, no Leblon (RJ), com a presença dos principais atletas, convidados e personalidades do segmento.

Com apresentação de Fernanda Lima e do legendário surfista e apresentador Ricardo Bocão, o evento acontecerá no primeiro dia da etapa brasileira do WCT no Rio de Janeiro.

Este ano, a disputa da categoria principal está acirrada entre os dois melhores brasileiros no WCT de 2012, os paulistas Adriano de Souza (Mineirinho) e Gabriel Medina. Voto a voto, eles perseguem a preferência do público. Mineirinho está em busca do quarto título, enquanto Medina quer sua primeira vitória no Prêmio FLUIR Waves.

Criada em 1994 por Marcelo Cesana, a Frooty Açaí produz hoje cerca de 40 toneladas de açaí por dia. Após 14 anos trabalhando com segurança alimentar, qualidade do produto e garantia de entrega do mesmo sabor o ano inteiro, a Frooty Açaí está presente em todas as regiões do país e é líder no mercado de vendas do produto acabado, vendendo por ano cerca de 5,3 milhões de kg.

O vencedor da categoria Longboarder será patrocinado por um ano pela Frooty Açaí com produtos da marca e bonificação.

Categorias em disputa do Prêmio FLUIR Waves 2013:

Melhor Surfista
Melhor Surfista Feminino
Melhor Big Rider
Melhor Longboarder
Atleta Revelação
Melhor Manobra
Melhor Tubo
Vaca Mais Sinistra
Melhor Capa
Melhor Foto
Garota Delírio
Melhor Anúncio Online
Melhor Anúncio
Melhor Campeonato
Prêmio Pepê Lopes

Assessoria de imprensa Frooty Açaí
Agência Cartaz
Sandra Calvi

quinta-feira, 14 de março de 2013

Amaury "MOZ" Lavernhe nas Canarias

Quem curte bodyboard não pode deixar de assistir este vídeo do Amaury "MOZ" Lavernhe nas Canarias:

domingo, 10 de março de 2013

Jihad kohdr vira na última onda e vence o Da Terra Torres Pro/AM de Surf 2013

Domingo espetacular contrariou as previsões climáticas, proporcionando um final de semana de luxo para os surfistas e o público no Da Terra Torres Pro/AM de Surf 2013.
O surfista paranaense Jihad Kohdr sagrou-se o grande campeão Profissional do Da Terra Torres Pro/AM de Surf 2013 ao somar 14,15 pontos em suas duas melhores ondas na bateria final, seguido por Daison Pereira (13,10), André Moi (12,10) e Stefano Dornelles (9,45). O torrense Daison vencia o evento até os 15 segundos finais, quando o atleta paranaense virou garantindo a vitória com uma nota 7,75.

O evento, que é apresentado pela Planeta Surf, reuniu atletas Profissionais e Amadores do sul do país em buscam da premiação que chega à R$ 22.000,00 (vinte e dois mil reais). O Da Terra Torres Pro/AM de Surf 2013 iniciou na sexta-feira (08) sob a expectativa da chegada de forte chuva e uma frente fria. No entanto, o dia todo permaneceu quente, com boas ondas e um verdadeiro show dos atletas profissionais dentro do mar. Já no sábado o calor não deu trégua, as ondas melhoraram ainda mais e os atletas amadores competiram nas fases classificatórias.

O público que acompanhou o Da Terra Torres Pro/AM de Surf 2013 pode conferir, além de muito surf, uma estrutura que proporcionou todo o conforto, shows com bandas e apresentações de DJ`s, e sorteios de kits de brindes da Claro, Manlec, Planeta Surf, Okdok, Da Terra e Wainui. O público ainda interagiu com os atletas durante as duas festas oficiais que o Pub da Ilha ofereceu, reunindo ainda os estudantes da ULBRA Torres em sua volta às aulas oficial.

Jihad Kohdr dedicou sua vitória a mudança diária que busca para sua vida. “Estou feliz, mas não é simplesmente pelo troféu de campeão, mas por ver a transformação e melhoria acontecendo em mim todos os dias. Acredito que todos precisamos estar conscientes de que a mudança começa dentro de nós. Estou feliz, muito feliz, espero que todos possam evoluir sempre”.

“Agradeço a todos os surfistas, patrocinadores, e ao excelente público que acompanhou os três dias deste belo evento. Buscamos sempre o melhor para nossos atletas, sem deixar de lado os simpatizantes do esporte e os patrocinadores. Trabalhamos duro por cinco meses para que chegássemos neste momento com a sensação de dever cumprido. Graças a Deus este dia chegou e todos estão felizes. Muito obrigado a todos”, comentou Carlos Freitas, presidente da Associação dos Surfistas de Torres (AST).

Confira a lista dos campeões:
Open 
1º Tiago Braga (12,75);
2º Willian de Oliveira (10,85);
3º Iuri Silva (10,15)
4º Josias Pedrinha (9,50).

Iniciantes
1º Fabio Martins (10,00 pontos);
2º Lucas Machado (8,75);
3º Gustavo Borges (2,45);
4º Lucas Alves (1,90).

Longboard
1º José Berasaluse (10,00);
2º Marcio Midon (6,00);
3º Fernando Rampinelli (1,75).

Sênior
1º Felipe Kita Martins (12,75);
2º Felipe Pedra Martins (9,85);
3º Carlos Santos (9,50);
4º Rafael Aguiar (7,90).

Surdos
1º Kevin Nascimento (10,50);
2º Willian Fontes (5,15);
3º Ramarone Vieira (1,95);
4º Ronan Magnus (0,85).

Júnior
1º Luy Arman (9,15);
2º Ricardo Kjelin (8,50);
3º Aminandes Pamplona (7,00);
4º Gustavo Haluch (5,75).

Máster
1º Marcelo Bolha (11,00);
2º Leandro Elias;
3º Marcelo Dio (5,15);
4º Carlos Santos (2,15).

Grommets
1º Carlos Henrique (8,40);
2º Kaique Garcia (3,95);
3º Lucas Mateus (3,75);
4º Lucas Souza (1,45).

Mirim
1º Luy Arman (9,50);
2º Gustavo Haluch (7,35);
3º João Johannpeter (4,70);
4º Guilherme Pereira (2,50).

Universitários
1º Leonardo Vieira (9,90);
2º Arthur Bier (4,20);
3º Augusto Nogueira (4,00);
4º Horácio Dornelles (3,35).

Feminino
1ª Mariana de Bortoli (4,55);
2ª Camila Cabeças (2,80);
3ª Patricia Prates (2,55);
4ª Vitória Zapelini (2,00).

Todos os detalhes das baterias podem ser acompanhados no link Surf Pro.

A rede de lojas Planeta Surf apresentou o Da Terra Torres Pro/AM de Surf 2013, que contou com o patrocínio máster da FUNDERGS, Secretaria Estadual e do Lazer, Governo do Estado do Rio Grande do Sul; com o patrocínio da Claro e Manlec; o apoio especial de Simões Surf Boards, Okdok, Pré-requisito e Moda Mar; com o apoio Wainui, De Lucca Surf Skate Shop, Ouem, Kakuni Brasil, Qix, Hotel Bauer, Lithos Arquitetura, FCS e Bully`s, EP Imóveis, R Dimer; Restaurante Cantinho do Pescador, Alien Skate Shop, UTS, Hip Chique, Pub da Ilha, Dragon e ULBRA Torres. A realização é da Associação dos Surfistas de Torres (AST) em conjunto com a Prefeitura Municipal de Torres. O evento contou com a supervisão técnica da Federação Gaúcha de Surf (FGSurf).

Gabriel de Mello
Assessoria de Comunicação da Federação Gaúcha de Surf

Ocorreu um erro neste gadget
Template by - Abdul Munir | Daya Earth Blogger Template | Política de Privacidade