sexta-feira, 29 de agosto de 2008

Guilherme Tâmega e Uri Valadão dobradinha brasileira no Mundial em Sintra

Líder e vice do ranking, Uri Valadão e Guilherme Tâmega fizeram uma dobradinha verde e amarela nas ondas de Sintra, em Portugal, e passaram às oitavas da sétima etapa do Circuito Mundial de bodyboard. A maior soma desta quinta-feira, primeiro dia de disputas, foi do australiano Ryan Hardy: 19,00 pontos (em 20 possíveis).

Magno Oliveira também se classificou, numa bateria em que Paulo Barcellos, campeão do mundo em 2000, foi eliminado. As outras baixas brasileiras foram Luis Villar, Marcelo Freitas e Lucas Nogueira. Eder Luciano ainda vai estrear.


Hexacampeão mundial, Guilherme aproveitou bem as ondas e tirou duas notas 7,00, assegurando a liderança da bateria. Uri, que tenta se manter no topo do ranking mundial, levou a segunda vaga, eliminando o também brasileiro Leonardo Costa e português Hugo Pinheiro.

Na próxima fase, Tâmega enfrentará o havaiano Mike Stewart, dono de nove títulos mundiais. Os portugueses Silvano Lourenço e Manuel Centeno completam o duelo. Uri Valadão e Magno Oliveira terão pela frente Amaury Laverhne, das Ilhas Reuniões, e o australiano Dave Winchester.



Fonte

quinta-feira, 28 de agosto de 2008

Tempestades provocam ondas de 7 metros na Irlanda

Um grupo de surfistas irlandeses aproveitou uma ondulação fora de época provocada por tempestades na costa da Irlanda. As ondas no pico de Aileens chegavam a sete metros. Na foto, Fergal Smith.

Alistar Mennie pega uma direita perfeita em Aileens, que fica perto de Lahinch, no Atlântico norte.

Fonte

terça-feira, 26 de agosto de 2008

Buondi Billabong Pro

Portugal recebe atletas de todo o mundo para mais um desafio da temporada do WQS que classifica os quinze melhores no ranking para o circuito mundial do ano que vem. Começou nesta terça-feira o desafio nível seis estrelas na Praia de Ribiera D`Ilhas em Ericeira. No total serão 35 brasileiros competindo no Buondi Billabong Pro que tem janela para até o dia 31 de agosto.
O evento começou em ondas de meio metro de altura, porém, segundo a previsão, um swell vai entrar ao longo do dia possibilitando uma verdadeira maratona de baterias. Até o momento, dois brasileiros atingiram as maiores pontuações da primeira fase. Wiggoly Dantas achou as melhores ondas da décima segunda bateria, 8.17 e 9.80, para totalizar 17.97 pontos. Em segundo, está o catarinense Marco Polo, que está na briga pelo título brasileiro da temporada do SuperSurf 2008. Com apenas duas ondas surfadas, Marco passou em primeiro lugar na disputa.
Danilo Costa, Charlie Brown, Paulo Moura e Robson Santos também conseguiram as melhores combinações para ficarem em primeiro lugar. Além deles, outros atletas da equipe verde-amarela permanecem na competição: Guilherme Herdy e Dunga Neto ficaram em segundo em suas apresentações.

Fonte

segunda-feira, 25 de agosto de 2008

Festa na Espanha no circuito mundial de bodyboarding

A prova espanhola do circuito mundial de bodyboarding, válida como sexta etapa do masculino e terceira do feminino, conheceu seus campeões na manhã deste domingo em Sopelana.

Maylla Venturin e Uri Valadão não deram chances a seus adversários e colocaram a bandeira brasileira no lugar mais alto do pódio. Os brasileiros dominaram as disputas durante todo o dia decisivo e com a vitória garantiram 1.000 pontos cada, no ranking do circuito mundial.

As disputas começaram com as baterias da semifinal feminina. Com boas condições, Cristhiane Kale e Isabela Sousa, líder do circuito mundial se enfrentaram para decidir que iria a grande decisão.

Cris achou melhores ondas e não deu chances a sua adversária. Mesmo com a derrota, Isabela Sousa conseguiu manter a liderança do anking mundial.

Já na segunda bateria foi a vez de Maylla Venturin encarar Jéssica Becker, que chegava à segunda semifinal consecutiva em etapas do mundial.

Em uma disputa acirrada, a capixaba Maylla conseguiu fazer proveito de sua maior experiência e mais uma vez Jessica acabou na terceira posição.

Após a decisão das mulheres, foi a vez dos homens decidiram que brigaria pela disputa do título. Uri Valadão enfrentou Diego Cabrera e acabou com a única possibilidade de um atleta estrangeiro faturar a etapa.

O baiano voador mostrou muita confiança e bateu seu adversário. Com a vitória, Uri garantiu presença em sua quarta final em seis etapas no mundial, as outras foram em Pipeline, Itajaí e Rio das Ostras.

Eder, Uri e Renê fazem a festa no pódio. Foto: Guilherme Tâmega / SurfBahia.com.br.
A segunda bateria das semifinais colocou frente a frente dois brasileiros. Renê Xavier e Eder Luciano travaram um duelo emocionante. Após uma boa disputa, a vitória acabou nas mãos de Eder, que impediu uma final baiana na Espanha.

Na primeira decisão do dia, Maylla Venturin e Cristhiane Kale caíram na água para ver quem seria a campeã. Mais uma vez a capixaba Maylla não deu chances a adversária, liderou a bateria desde o início e acabou conquistando seu primeiro título do ano.

Com os 1.000 pontos conquistados na etapa, a atleta do Espirito Santo deu um grande salto no ranking mundial e pulou para a vice-liderança do tour.

A final do masculino fechou a etapa de forma inesquecível. Uri Valadão não deu nenhuma chance a seu rival na decisão.

Eder Luciano bem que tentou, mas o baiano arrancou nota 9.70, seguida de 9.90 dos juízes, para somar incríveis 19,60 de 20 pontos possíveis e levantou seu terceiro troféu no ano.

Uri somou mais 1.000 pontos no ranking e abriu mais de 1.100 pontos para o segundo colocado, Guilherme Tâmega.

Com os resultados, a hegemonia brasileira aumenta ainda mais na atual temporada. Entre as mulheres o aproveitamento é de 100% no ano, com três vitórias em três etapas.

Já entre os homens, a única vez que um representante brasileiro não venceu foi na etapa de Shark Island, Austrália, quando Ben Player sagrou-se campeão. Uri venceu três eventos, seguido por Guilherme Tâmega e Paulo Barcellos, que venceram uma cada.

Agora o circuito segue para Sintra, Portuga, onde entre os dias 27 e 31 de agosto rola a próxima etapa do tour. Os brasileiros partem para mais uma etapa do circuito mundial em busca de mais vitórias no tour.

Resultados

Masculino
1 Uri Valadão (Bra)
2 Eder Luciano (Bra)
3 Renê Xavier (Bra)
3 Diego Cabrera (Esp)

Feminino
1 Mayla Venturin (Bra)
2 Christiane Kale (Bra)
3 Jéssica Becker (Bra)
3 Isabela Souza (Bra)


Fonte

Maresia Paulista de Surf Profissional 2008

Vencedor da etapa decisiva de 2007, o ubatubense Diego Santos voltou a ser o número 1 na abertura do Maresia Paulista de Surf Profissional 2008, no último domingo (dia 24), na badalada Praia de Maresias, em São Sebastião. Com disputas de alto nível técnico, com direito a tubos, muito sol e ondas em torno de 1,5 metro, a etapa reuniu 89 surfistas, que iniciaram a “briga” por um dos mais tradicionais títulos do surf nacional.

Numa final contra dois conterrâneos, Edgley Santos e Saulo Júnior, além do cearense radicado em Santos, Felipe Martins, Diego garantiu a vitória com um tubo de direita, que lhe rendeu nota 7,83 pontos. Logo em seguida ele pegou mais uma direita e construiu um somatório que o levou da quarta para a primeira posição.

Saulo também arriscou alguns tubos, mas com as ondas muito rápidas, não conseguiu completar nenhum, ficando na segunda posição. Felipe foi o terceiro e Edgley, o quarto. Pela vitória, Dieguinho, como é chamado, embolsou R$ 4 mil de um total de R$ 15 mil de premiação, e marcou 1.000 pontos no ranking, que garantirá ao campeão uma moto, além da vaga ao Supersurf 2009.

O vencedor disse ter imaginado um tubo desde o início das disputas. “Comecei optando pelas esquerdas e mudei o meu posicionamento, porque queria pegar um tubo. Graças a Deus ele veio na final, na hora mais importante”, contou o surfista, motivado em buscar o título estadual. “Ser campeão paulista é importante na carreira de qualquer surfista. Fui abençoado em ganhar”, destacou.

“Sempre me imaginei ganhando em Maresias e agora o meu nome está na lista. Este ano está sendo muito bom, deixei tudo nas mãos de Deus e coloquei na minha cabeça que quero ser um surfista profissional. Esta foi a minha terceira final como profissional e nas três fui vencedor”, acrescentou.

Animado com a vitória, ele também pensa no título do Brasil Tour, visando o Supersurf 2009. “Em 2007, bati na trave pelo Circuito Paulista, mas deste ano não passa. Não quero entrar para ser mais um, quero entrar para disputar o título brasileiro”, reforçou Diego destacando a força ubatubense na final. “Fiquei muito feliz em ver o Saulo e o Edgley indo para a final comigo, ainda mais o Edgley, que é meu grande amigo e está precisando de patrocínio”, falou.

Saulo, que em 2007 garantiu a vaga à elite nacional na decisão do Maresia, ressaltou a boa fase. “Os resultados estão aparecendo, o meu patrocinador vem me apoiando bastante e o surf está no pé. Estes resultados são fruto de um trabalho legal que tenho desenvolvido”, afirmou o surfista.

Cearense, mas morando no litoral paulista há muitos anos, Felipe comemorou muito a terceira posição. “Estou muito feliz em chegar à final desta competição de alto nível, que reúne os melhores atletas do Brasil como o Dieguinho e o David do Carmo, os dois líderes do Brasil Tour. Só tenho de agradecer a Deus por este resultado. Acredito que fiz minha parte e estou trabalhando mito para conseguir minha vaga no Supersurf do ano que vem”, frisou.

Já Edgley, além de entrar na briga direta pelo título estadual e a vaga à elite nacional, espera conseguir chamar a atenção de algum patrocinador para investir em sua carreira. “Não consegui vencer, mas este foi um ótimo resultado. Vou continuar batalhando, pois ainda temos mais duas etapas. Espero aparecer um pouco mais para buscar um patrocinador que acredite no meu surf e eu possa competir mais tranqüilo e em mais etapas, pois sem dinheiro fica muito complicado”, ressaltou o atleta, que só conseguiu participar da etapa, graças aos amigos que contribuíram para pagar as despesas.

A competição foi marcada por grandes disputas e a melhor nota do evento ficou com Ricardo Ferreira, de Praia Grande, com um 9,33 pontos, na primeira bateria das oitavas-de-final. O mesmo Ricardo perdeu na semi por uma diferença de quatro centésimos para Felipe Martins. Nas quartas-de-final, o resultado foi mais apertado, com o santista Giovanni Ferrante superando o local Flávio Tavares, por um centésimo.

Resultados da etapa
1-Diego Santos - Ubatuba
2-Saulo Júnior - Ubatuba
3-Felipe Martins - Fortaleza/CE (Santos)
4-Edgley Santos - Ubatuba
5-Ricardo Ferreira – Praia Grande
5-Miguel Pupo – São Sebastião
7-David do Carmo – Praia Grande
7-Giovanni Ferrante - Santos
9-Heitor Pereira - Guarujá
9-Matheus Toledo - Ubatuba
9-Tamae Bettero - Ubatuba
9-Flávio Tavares – São Sebastião
13-Gustavo Henrique - Ubatuba
13-Bruno Moreira – Praia Grande
13-Vinícius Batista – São Vicente
13-Alexandre Almeida – Rio de Janeiro/RJ

Por FMA Notícias

sexta-feira, 22 de agosto de 2008

Surfistas nasceram livres, mas são obcecados.Isto é liberdade?

A matéria que segue abaixo foi retirada do blog o que é isso que por sua vez faz traduções de sites com outras línguas. Segue o texto que traduz um pouco do que é ser surfista.

No surf, quanto mais ondas se pegam mais ondas se querem.
Você sonha com as ondas surfadas, fantasia com ondas que ainda vai surfar, planeia viagens até ondas, ou seja quanto mais surfa, mais quer surfar. O surf pode impedir o sono, pois fica-se a pensar nas ondas.
Só um surfista conhece a sensação de surfar - a liberdade total e a comunhão com a natureza. Se a família causa desgostos, a liberdade está no surf.
Mas a liberdade existe se tudo o que se faz é surfar, planear viagens de surf, e ir para a cama sonhar com surf ? Ou só cria viciados?
O surf pode ser muito viciante ...


Foto da esquerda para direita Felipão. Diego e meu irmão Rafael

quarta-feira, 20 de agosto de 2008

Catarinenses seguem na briga

Nesta quarta-feira, a direção do Rip Curl Pro 2008 promoveu apenas as quatro baterias pendentes da primeira fase da prova.

Válida como a 26a etapa do WQS, a prova tem nível 6 estrelas e status Prime. A rodada de abertura foi concluída em ondas de até 2,5 metros e formação irregular no beach break de Hossegor, França.

Cinco brasileiros entraram em ação e dois seguiram na briga. Os catarinenses Marco Polo e Jean da Silva reforçam o contingente brazuca na segunda fase, enquanto o cearense André Silva, o paraibano Fábio Gouveia e o paulista Gilmar Silva estão eliminados.

Jean fez a melhor apresentação entre os brazucas, totalizando 14.00 pontos no duelo vencido pelo australiano Blake Thornton, autor de 14.83.

Visual do beach break de Hossegor. Foto: Aquashot / Aspeurope.com.No mesmo confronto, Fábio Gouveia e Gilmar Silva amargaram as terceira e quarta posições, respectivamente.

Já Marco Polo travou uma boa batalha com o norte-americano Mike Losness, o australiano Sam Page e o português Joao Guedes.

Com o total de 12.67 pontos, Polo descolou a segunda vaga e avançou junto com Losness, que obteve 12.83.

Devido às difíceis condições do mar, a direção optou por adiar o início da segunda rodada. Nessa fase, o Brasil conta ainda com Bernardo Lopes, Charlie Brown, Guilherme Herdy, Willian Cardoso, Jadson André, Hizunomê Bettero, Pablo Paulino, Jihad Khodr, Pedro Henrique, Odirlei Coutinho, Simão Romão, Leo Neves, Rodrigo Dornelles, Raoni Monteiro, Heitor Alves, Yuri Sodré e Neco Padaratz.

A próxima chamada acontece nesta quinta-feira, às 2:15 horas (horário de Brasília).

Segunda fase do Rip Curl Pro 2008

1 Mick Campbell (Aus), Aritz Aranburu (Esp), Jarrad Sullivan (Aus), Bernardo Lopes (Bra)
2 Leigh Sedley (Aus), Shaun Gossmann (Aus), Willian Cardoso (Bra), Brent Dorrington (Aus)
3 Hizunomê Bettero (Bra), Tiago Pires (Por), Ben Dunn (Aus), Marlon Lipke (Ale)
4 Pablo Paulino (Bra), Kirk Flintoff (Aus), Ryan Campbell (Aus), Travis Logie (Afr)
5 Nathaniel Curran (EUA), Romain Cloitre (Reu), Gony Zubizarreta (Esp), Mason Ho (Haw)
6 Brett Simpson (EUA), Dustin Barca (Haw), Russell Winter (Ing), Alain Riou (Tah)
7 Tim Boal (Fra), Jihad Khodr (Bra), Luke Campbell (Aus), Jonathan Gonzalez (Can)
8 Pedro Henrique (Bra), Warwick Wright (Afr), Brad Ettinger (EUA), Glenn Hall (Irl)
9 Yadin Nicol (Aus), Odirlei Coutinho (Bra), Jadson André (Bra), Romain Laulhe (Fra)
10 Nathan Yeomans (EUA), Simão Romão (Bra), Paul Fisher (Aus), Joan Duru (Fra)
11 Adam Robertson (Aus), Shaun Cansdell (Aus), Corey Ziems (Aus), Abdel El Harim (Mar)
12 Leonardo Neves (Bra), Stuart Kennedy (Aus), Guilherme Herdy (Bra), Dustin Cuizon (Haw)
13 Rodrigo Dornelles (Bra), Mikael Picon (Fra), Jean Sebastien Estienne (Fra), Blake Wilson (Aus)
14 Nic Muscroft (Aus), Adam Melling (Aus), Joel Centeio (Haw), Brian Toth (Pri)
15 Sunny Garcia (Haw), Nathan Hedge (Aus), Eric Rebiere (Fra), Anthony Petruso (EUA)
16 Greg Emslie (Afr), Matt Wilkinson (Aus), Phillip MacDonald (Aus), Hugo Savalli (Reu)
17 Chris Davidson (Aus), Daniel Ross (Aus), Charlie Brown (Bra), Luke Cheadle (Aus)
18 Raoni Monteiro (Bra), Kekoa Bacalso (Haw), Tanner Gudauskas (EUA), Makuakai Rothman (Haw)
19 Josh Kerr (Aus), Michel Bourez (Tah), Masatoshi Ohno (Jap), Flynn Novak (Haw)
20 David Weare (Afr), Heitor Alves (Bra), Ruben Gonzalez (Por), Che Stang (EUA)
21 Patrick Gudauskas (EUA), Yuri Sodré (Bra), Mike Losness (EUA), Shaun Ward (EUA)
22 Drew Courtney (Aus), Rhys Bombaci (Aus), Marco Polo (Bra), Vincent Duvignac (Fra)
23 Austin Ware (EUA), Gabe Kling (EUA), Blake Thornton (Aus), Gavin Roberts (Afr)
24 Neco Padaratz (Bra), Owen Wright (Aus), Jean da Silva (Bra), Dion Atkinson (Aus)

Fonte

terça-feira, 19 de agosto de 2008

Você conhece as ondas da Laje em Jaguaruna?

O município apresenta na laje da jagua um valioso potencial para o tow-in. A formação geológica de pedra está à 5,3 km da costa entre os balneários Arroio Corrente e Campo bom. Quando há tempo favorável e sem vento pode gerar ondas com até 30 pés de altura. Há poucos locais no Brasil com tamanha potencialidade: Ilha dos Lobos, em Torres/RS, Três Marias, em Rio Grande/RS, e Laje do Sheraton/RJ.

Segundo estudos do DHN (Departamento de Hidrografia e Navegação) da Marinha do Brasil, a Laje de Jaguaruna é um pouco maior do que um campo de futebol, sendo que a parte mais rasa mede 1.5 metros de profundidade, um grande obstáculo para a navegação.”

O farol de Santa Marta inaugurado em 1891 avisa sobre os perigos encontrados na Laje, emitindo uma luz vermelha indicada pela faixa com um alcance de 46 milhas para as embarcações que navegam na área de perigo. Segundo o curador do Museu da Cidade de Jaguaruna, antes da construção do farol em 1831, constatou-se o registro do naufrágio do navio Rio Pardo que levava a bordo a famosa Anita Garibaldi.

Profissionais de ondas grandes como Rodrigo Resende (campeão mundial no Hawaii), Zeca Scheffer, Everaldo “Pato”, João Capilé, Luis Roberto Formiga, Tissot, Romeu Bruno e Danilo Couto já procuraram o lugar para a prática do esporte. É fundamental técnica e planejamento para não haver imprevistos.

Para desafiar a força das ondas alem do investimento em equipamentos de segurança como coletes especiais, cabos, capacete e auxilio de resgate há a necessidade de uma licença da ATOW-INJ, Associação Tow-In de Jaguaruna. O órgão não só evita a procura desorientada pelo parcel como também monitora a área para períodos mais favoráveis ao esporte. Como a região pertence ao projeto de preservação da baleia franca a prática não regulamentada pela associação é caracterizada como crime ambiental.

Quer saber como chegar?





Veja um vídeo feito pela Mormaii nas ondas da laje em Jaguaruna:




Fontes Camera Surf, Jaguaruna.com e revista Nautica

segunda-feira, 18 de agosto de 2008

Longboarders em ação no Earthwave

Abertas as inscrições para o Earthwave Festival de Surf Ecovias. Confira o hotsite oficial do evento!

Além de várias atrações como a competição de Stand-up, a tentativa da quebra do recorde e a conscientização a respeito do aquecimento global, o Earthwave Festival de Surf Ecovias terá o destaque da presença dos melhores longboarders do país e a safra de pioneiros da categoria, todos reunidos nas tradicionais ondas do Quebra-Mar de Santos.

A competição valerá pelo ranking estadual paulista e conta com as duas categorias: profissional masculino e pioneiros.

Categoria Profissional:

Na categoria Pro serão oferecidas 56 vagas abertas a qualquer atleta através de inscrição pelo hotsite oficial do evento. A premiação será de 5.000 reais e kits para os quatro primeiros colocados.

As inscrições estarão abertas a partir das 11 horas da manhã do dia 18 de agosto e seguem até o dia 29 do mesmo mês. O valor do investimento é de 60 reais. (Além da inscrição, os atletas paulistas deverão pagar a mais o valor de R$ 10,00, correspondente à taxa de filiação da Federação Paulista).

Categoria Pioneiros:

Assim como na primeira edição do evento, em 2008, esta categoria será aberta novamente para homenagear os tradicionais pioneiros de Santos, que contribuíram na construção da trajetória do surf brasileiro. Outros pioneiros, de várias regiões do país, também farão parte dessa festa.

Serão convidados 16 atletas do Clube dos Pioneiros de Santos, determinados pela própria organização do clube e do head Judge do evento Alemão. Serão abertas outras 16 vagas para atletas dos demais estados através do hotsite oficial do evento. O valor do investimento é de 50 reais e a categoria exige que o inscrito tenha mais de 45 anos.



INSCRIÇÕES

Profissional:
Atletas paulistas - R$ 60,00 (inscrição) + R$ 10,00 (taxa de filiação paulista)
Atletas de outros Estados - R$ 60,00 (inscrição)

Pioneiros:
R$ 50,00 (inscrição)

Para se inscrever o atleta deverá reservar sua vaga cadastrando seus dados na ficha de inscrição online, no hotsite oficial do evento. Assim, a vaga estará garantida por 24h ou um dia útil. Em seguida, o atleta deve fazer o depósito identificado através do CPF no banco Unibanco, agência 0561, conta 206459-1 em nome de Arpex Confecções e Promoções Esportivas Ltda. Neste período a vaga ficará reservada. Após as 24h ou um dia útil, se a inscrição não for paga, automaticamente sairá do sistema e será liberada para outro competidor.

Dúvidas e outras informações: (21) 2438-4096 / (21) 2438-1821


Fonte

quinta-feira, 14 de agosto de 2008

Pegando Onda no Iraque

Vocês reclamam muitas vezes que a praia é longe que não ta dando onda mas vejam no vídeo abaixo o que o pessoal lá no Iraque anda fazendo para pegar onda.

video
Obs.: Acredito que o vídeo seja fake mas que ficou legal ficou.

quarta-feira, 13 de agosto de 2008

Nove brasileiros avançam no WQS de Grand Plage, na França

O segundo dia do WQS seis estrelas de Grand Plage, na França, marcou o avanço de nove brasileiros para a terceira fase da competição. O mar começou com ondas entre 1,20 m e 2 m, as condições pioraram muito. Por isso, cinco baterias foram adiadas para a manhã desta quinta-feira, quando será disputada a rodada seguinte.

O brasileiro Wiggoly Dantas, que foi o campeão do WQS de Fistral Beach, na Inglaterra, avançou à próxima fase, junto com oito compatriotas: Marco Pólo, Guilherme Herdy, Gilmar Silva, Paulo Moura, Dunga Neto, Renato Galvão, Róbson Santos e Diego Rosa. Apenas Charlie Brown, Leandro Bastos, Bernardo Lopes, Thiago Camarão e Jádson André foram eliminados. Willian Cardoso, Heitor Alves, Jean Da Silva e André Silva ainda não caíram na água.

- Estava muito difícil e só consegui uma boa onda. Fiquei o mais relaxado possível e esperei pacientemente pela última. Isso foi o suficiente para passar de fase. Estou com uma inflamação no ouvido, mas acho que estou em forma. Não penso em pontos ou em pressão. Só quero me divertir e continuar melhorando contra esses surfistas excelentes – diz Wiggoly Dantas.

Confira os resultados da segunda fase:

1 - Travis Logie (AFS) 14,07, Wiggoly Dantas (BRA) 12,33, Mason Ho (HAV) 12,27, Corey Ziems (AUS) 7,43
2 - Luke Campbell (AUS) 14,43, Antonio Bortoletto (AFS) 12,67, Charlie Brown (BRA) 11,84, Blake Thornton (AUS) 10,57
3 - Tiago Pires (POR) 13,50, Brent Dorrington (AUS) 10,53, Shawn Burrell (EUA) 9,93, Gavin Gillette (HAV) 4,40
4 - Dustin Cuizon (HAV) 11,67, Luke Dorrington (AUS) 11,16, Frederico Pilurzu (CRC) 7,84, Rudy Marechal (FRA) 4,80
5 - Dane Gudauskas (EUA) 13,33, Marco Polo (BRA) 8,57, Tonino Benson (HAV) 7,40, Jack Perry (AUS) 6,70
6 - Mike Losness (EUA) 12,77, Che Stang (EUA) 12,27, Leandro Bastos (BRA) 10,66, Michael Marjanovic (AUS) 6,83
7 - Guilherme Herdy (BRA) 13,34, Phillip MacDonald (AUS) 11,34, Marcos San Segundo (ESP) 7,83, Paul Fisher (AUS) 7,50
8 - Charles Martin (GLP) 11,60, Damien Fahrenfort (AFS) 11,00, James Taipan Wood (AUS) 7,70, Jose Maria Cabrera (ESP) 6,66
9 - Chad Compton (EUA) 13,83, Anthony Petruso (EUA) 10,17, Hugo Savalli (REU) 8,20, Bernardo Lopes (BRA) 6,00
10 - Glenn Hall (IRE) 13,23, Masatoshi Ohno (JPN) 9,40, Joao Guedes (POR) 9,00, Rudy JNR Palmboom (AFS) 5,50
11 - Eric Rebière (FRA) 10,76, Miguel Ximenez (POR) 9,40, Brian Toth (PRI) 8,43, Thiago Camarão (BRA) 3,84
12 - Joel Centeio (HAV) 14,53, Ben Dunn (AUS) 14,10, Ryan Campbell (AUS) 12,50, Russell Winter (GBR) 5,73
13 - Dion Atkinson (AUS), Mark Mathews (AUS), Willian Cardoso (BRA), Dallas Petersen (AUS)
14 - Gilmar Silva (BRA) 14,84, Brandon Jackson (AFS) 10,44, Blake Wilson (AUS) 6,90, Makuakai Rothman (HAV) 2,37
15 - Abdel El Harim (MAR) 13,84, Hodei Collazo (ESP) 12,20, Nick White (NZL) 7,57, Jarrad Sullivan (AUS) 7,50
16 - Sam Page (AUS) 13,00, Beau Atchison (POR) 9,97, Kevin Sullivan (HAV) 8,73, Shaun Ward (EUA) 2,57
17 - Ruben Gonzalez (PRT) 11,90, Paulo Moura (BRA) 9,60, Daniel Ross (AUS) 9,17, Patrick Beven (FRA) 4,33
18 - Jarrad Howse (AUS) 12,67, Romain Laulhe (FRA) 10,40, Luke Cheadle (AUS) 7,50, Rowan Aish (NZL) 5,63
19 - Dunga Neto (BRA) 14,10, Renato Galvao (BRA) 11,17, Tanner Gudauskas (EUA) 9,27, Jay Quinn (NZL) 6,50
20 - Robson Santos (BRA) 13,34, Diego Rosa (BRA) 10,93, David Richards (AFS) 9,87, Jadson Andre (BRA) 6,90

Confira os confrontos restantes da segunda fase:



21 - Joan Duru (FRA), Heitor Alves (BRA), Steve Noble (AUS), Frederic Robin (REU)
22 - Jean da Silva (BRA), Jean Sebastien Estienne (BLM), Gavin Roberts (AFS), Michael Spencer (AUS)
23 - Alain Riou (PYF), Sterling Spencer (EUA), Christophe Allary (REU), Reubin Pearce (AFS)
24 - André Silva (BRA), Mikael Picon (FRA), Arthur Bourbon (GLP), Bobby Hansen (NZL)

Confira os confrontos da terceira fase:


1 - Mick Campbell (AUS), Adrien Valero (FRA), Travis Logie (AFS), Antonio Bortoletto (AFS)
2 - Gabe Kling (EUA), Tim Boal (FRA), Wiggolly Dantas (BRA), Luke Campbell (AUS)
3 - Brett Simpson (EUA), Jihad Khodr (BRA), Tiago Pires (POR), Luke Dorrington (AUS)
4 - Drew Courtney (AUS), Yuri Sodré (BRA), Brent Dorrington (AUS), Dustin Cuizon (HAV)
5 - Nathaniel Curran (EUA), Bernardo Miranda (BRA), Dane Gudauskas (EUA), Che Stang (EUA)
6 - Shaun Cansdell (AUS), Michel Bourez (PYF), Marco Polo (BRA), Mike Losness (EUA)
7 - Sunny Garcia (HAV), Dustin Barca (HAV), Guilherme Herdy (BRA), Damien Fahrenfort (AFS)
8 - Chris Davison (AUS), Odirlei Coutinho (BRA), Phillip Mac Donald (AUS), Charles Martin (GLP)
9 - Patrick Gudauskas (EUA), Matt Wilkinson (AUS, Chad Compton (EUA), Masatoshi Ohno (JPN)
10 - Nathan Yeomans (EUA), Rhys Bombaci (AUS), Anthony Petruso (EUA), Glenn Hall (IRE)
11 - Adam Melling (AUS), Raoni Monteiro (BRA), Eric Rebière (FRA), Ben Dunn (AUS)
12 - Leonardo Neves (BRA), Romain Cloitre (FRA), Miguel Ximenez (POR), Joel Centeio (HAV)
13 - Rodrigo Dornelles (BRA), Miguel Pupo (BRA), Brandon Jackson (AFS), a definir
14 - Yadin Nicol (AUS), Austin Ware (EUA), Gilmar Silva (BRA), a definir
15 - Marlon Lipke (DEU), Kirk Flintoff (AUS), Abdel El Harim (MAR), Beau Atchison (AUS)
16 - Hizunomê Bettero (BRA), Simão Romao (BRA), Hodei Collazo (ESP), Sam Page (AUS)
17 - David Weare (AFS), Warwick Wright (AFS), Ruben Gonzales (POR), Romain Laulhe (FRA)
18 - Adam Vic Robertson (AUS), Kekoa Bacalso (HAV), Paulo Moura (BRA), Jarrad Howse (AUS)
19 - Nic Muscroft (AUS), Nathan Hedge (AUS), Dunga Neto (BRA), Diego Rosa (BRA) 20 - Pedro Henrique (BRA), TJ Barrow (HAV), Renato Galvão (BRA), Robson Santos (BRA)

Fonte

terça-feira, 12 de agosto de 2008

Carlos Burle em ondas de mais de 60 pés na África do Sul

Carlos Burle participou da expedição que surfou as maiores ondas da história da África do Sul .O swell gigante no atlântico sul chegou com força total na região da Cidade do Cabo no último sábado, dia 9 de agosto, proporcionando ondas de mais de 60 pés. Além do brasileiro, Greg Long, Grant "Twiggy" Baker, Ramon Navarro, Mark Healey e Jamie Sterling participaram do feito.


- O grande dia começou nublado pela manhã. Fomos dar uma olhada do alto de Chapman's Pick antes de ir ao porto, e deu pra ver umas ondas enormes quebrando muito longe. Assim que chegamos no pico de Dungeons, o Greg Long e o Grant Baker ficaram chocados com o tamanho das ondas e as condições extremas. Vi o Twiggy descer em alta velocidade, quicando muito. Se não fosse sua prancha de 15 quilos ele não teria feito aquele drop - diz Carlos Burle, em seu blog.


Dungeons, Sunset e Tafelberg Reef foram desafiados durante todo o dia pelo grupo. Grant Baker surfou a maior onda do dia, com aproximadamente 65 pés. Ao fim da sessão de surfe nas águas geladas da Cidade do Cabo, eles comemoraram muito.

- Foi um dia de experiências inesquecíveis, quando mais uma vez aprendi muito com os melhores surfistas de ondas grandes do planeta.

Fonte

segunda-feira, 11 de agosto de 2008

Wiggoly Dantas vence na final do WQS de Fistral Beach

Wiggoly Dantas venceu o duelo brasuca na final do WQS cinco estrelas de Fistral Beach, em Newquay, na Inglaterra. Ele levou o título ao superar o compatriota Pablo Paulino por 16,40 a 12,00, mesmo com o mar muito mexido, com ondas entre 1,2 e 2 metros e muita chuva.

Aliás, a competição foi dominada pelos brasileiros em Newquay. Dos semifinalistas, três eram nascidos no país. Além de Wiggoly Dantas e Pablo Paulino, Pedro Henrique ficou entre os primeiros no WQS de Fistral Beach. O sul-africano David Weare foi o único estranho entre os quatro primeiros no torneio.

Esta foi o primeiro título de Wiggoly Dantas (BRA) em uma etapa de WQS. Ele venceu quatro baterias neste domingo, todos entre os 25 primeiros do ranking, como Leigh Sedley (AUS), Chris Davidson (AUS) e David Weare (AFS).

- Passei uma semana ótima na Inglaterra e as pessoas foram legais comigo durante todo o tempo. Tivemos ótimas ondas no início e as condições pioraram, mas sempre foi divertido. É sensacional conseguir meu primeiro título e aumenta minha confiança.

Confira os placares das baterias deste domingo:
Final

Wiggoly Dantas (BRA) 16,40 x 12,00 Pablo Paulino (BRA)

Semifinais
Wiggoly Dantas (BRA) 12,40 x 3,73 David Weare (AFS)

Pablo Paulino (BRA) 14,00 x 9,26 Pedro Henrique (BRA)

Quartas-de-final

David Weare (AFS) 17,70 x 17,40 Marlon Lipke (ALE)

Wiggoly Dantas (BRA) 13,43 x 12,17 Chris Davidson (AUS)

Pedro Henrique (BRA) 13,23 x 12,10 Nathan Hedge (AUS)

Pablo Paulino (BRA) 16,44 x 12,13 Nic Muscroft (AUS)

Round 5

Marlon Lipke (ALE) 12,84 x 10,16 Gony Zubizarreta (ESP)

David Weare (AFS) 14,50 z 9,27 Dion Atkinson (AUS)

Chris Davidson (AUS) 10,84 x 10,16 Patrick Beven (FRA)

Wiggoly Dantas (BRA) 15,66 x 9,17 Leigh Sedley (AUS)

Pedro Henrique (BRA) 14,34 x 6,00 Bobby Hansen (NZL)

Nathan Hedge (AUS) 10,83 x 10,00 Yadin Nicol (AUS)

Pablo Paulino (BRA) 13,83 x 12,67 Stuart Kennedy (AUS)

Nic Muscroft (AUS) 12,67 x 12,50 Matt Wilkinson (AUS)


Fonte

quarta-feira, 6 de agosto de 2008

Itacoatiara recebe a 2a etapa do Niteroiese

A praia de Itacoatiara, em Niterói, será palco da 2ª Etapa do Circuito Niteroiense de Bodyboarding 2008, organizado pela ABBN. O evento é conhecido pela excelente estrutura e pela ótima premiação que normalmente é distribuída, além de atrair grandes nomes do esporte, que vem a Itacoatiara em busca de suas incontestáveis ondas perfeitas.

No dia 09 de agosto, a partir das 8 da manhã, atletas de várias cidades se enfrentarão nas ondas cascas de Itacoá, como é carinhosamente conhecida pelos locais.

O evento acontecerá apenas no sábado e por isso, as inscrições terão vagas limitadas. As categorias participantes serão: master, amador, amador feminino, junior e iniciante. O check in será às 7 da manhã em ponto, no meio da praia.

Premiação

A premiação será padronizada para todas as categorias, exceto a master, que poderá ter a premiação igual do primeiro ao quarto colocado, porém não incluindo prancha.

1º Lugar – Prancha modelo profissional BZ + roupa + troféu
2º Lugar – pé de pato the one+ roupa + troféu
3º Lugar – pé de pato the one + roupa + troféu
4º Lugar – camisa de lycra + roupa / ou kits de roupa + troféu

Premiação Especial

Para o atleta que mais se destacar na etapa, será oferecido o troféu Artur Careca, em homenagem ao atleta campeão da categoria júnior, do Circuito Niteroiense de 2007, morto no natal do mesmo ano, vítima de violência urbana. Este prêmio é uma forma que a ABBN encontrou de homenagear e manter viva a memória do atleta.

Locais de inscrição

* Em Niterói: Loja X TRIP – Rua Rua Lopes Trovão, Icaraí / Loja Blowpipe – Itaipu MultiCenter, Itaipu. / Escolinha do Dudu Pedra em Itacoatiara.

* Dados para depósito:Banco Santander/ Agência 1533 / Conta Corrente 01003173-7/ Favorecido: Arthur Steele

Obs: Os atletas que fizerem a inscrição pelo Banco Santander deverão confirmar o depósito pelo telefone (21) 2705 5747 ou (21)8290-1980 até as 17 horas de quarta-feira (06/08). Não serão aceitas reservas de vagas.

Inscrições

Atletas filiados na ABBN

Iniciantes - R$ 25,00 (até o dia 06/08) ou R$ 30,00 (após o dia 06/08)
Junior - R$ 30,00 (até o dia 06/08) ou R$ 35,00 (após o dia 06/08)
Amador, Máster e Feminino - R$ 35,00 (até o dia 06/08) ou R$ 40,00 (após o dia 06/08)

Atletas não filiados na ABBN

Iniciantes - R$ 35,00 (até o dia 06/08) ou R$ 40,00 (após o dia 06/08)
Junior - R$ 40,00 (até o dia 06/08) ou R$ 45,00 (após o dia 06/08)
Amador, Máster e Feminino - R$ 45,00 (até o dia 06/08) ou R$ 50,00 (após o dia 06/08)

Por Arthur Steele



Fonte

Acidente entre brasileiro e francês no Circuito Mundial de Bodyboard

As ondas em Àrica, no Chile, amanheceram ainda menores do que os dias anteriores, variando de 1m a 1,5m, adiando mais uma vez a realização da 5ª etapa do Circuito Mundial de Bodyboard. Apesar do tamanho do mar, todos os tops aproveitaram para intensificarem os treinamentos.

Um pequeno acidente envolvendo o brasileiro Chico Garritano, juiz do circuito mundial, e diretor técnico da International Boarding Association (IBA), e o atleta francês Pierre Louise Costes, foi o destaque do dia.

Chico estava surfando e pegou uma onda para a esquerda, não percebendo que Pierre também estava na mesma onda. O francês cavou forte, passou por Chico e mandou um backflip. O francês caiu exatamente em cima do brasileiro, e os dois se embolaram.

Chico acabou levando um ponto na cabeça, e Pierre abriu o queixo. Após serem atendidos pela ambulância os dois passam bem. Tanto Pierre quanto Chico poderão trabalhar normalmente quando as ondas voltarem a atingir a costa chilena.

Segundo o juiz brasileiro nesta quarta-feira existe 90% de chance de realização da etapa.


Fonte

terça-feira, 5 de agosto de 2008

Veja como ficou o ranking do WCT após a sexta etapa do Circuito Mundial

Após a sexta etapa do Circuito Mundial de surfe (WCT), em Bali, na Indonésia, o americano Kelly Slater segue na liderança isolada do ranking. A diferença para o segundo colocado, o australiano Joel Parkinson, caiu, mas muito pouco. O octacampeão continua com mais de mil pontos de vantagem. O melhor brasileiro na lista continua sendo Adriano de Souza, o Mineirinho. Ele manteve a sexta colocação. O havaiano Bruce Irons, vencedor em Bali, pulou da 19ª para a décima posição. Fred Patacchia, vice, passou da 22ª para a 14ª, e o português Tiago Pires, que estava em 39º, virou o 27º após chegar às semifinais. Os 27 primeiros se mantêm no WCT de 2008.

Ranking do WCT
1 Kelly Slater EUA Pontuação 5620
2 Joel Parkinson AUS Pontuação 4548
3 Bede Durbidge AUS Pontuação 4382
4 Taj Burrow AUS Pontuação 4370
5 Mick Fanning AUS Pontuação 4353
6 Adriano de Souza BRA Pontuação 3950
7 Andy Irons HAV Pontuação 3938
8 C.J. Hobgood EUA Pontuação 3870
9 Bobby Martinez EUA Pontuação 3628
10 Bruce Irons HAV Pontuação 3392
11 Kai Otton AUS Pontuação 3357
12 Adrian Buchan AUS Pontuação 3294
13 Jeremy Flores FRA Pontuação 3121
14 Fredrick Patacchia HAV Pontuação 3092
15 Luke Stedman AUS Pontuação 3030
16 Dayyan Neve AUS Pontuação 3030
17 Tim Reyes EUA Pontuação 2845
18 Dean Morrison AUS Pontuação 2792
19 Chris Ward EUA Pontuação 2711
20 Tom Whitaker AUS Pontuação 2655
20 Roy Powers HAV Pontuação 2655
22 Ben Dunn AUS Pontuação 2602
23 Kieren Perrow AUS Pontuação 2597
24 Jordy Smith AFS Pontuação 2470
25 Mikael Picon FRA Pontuação 2470
26 Dane Reynolds EUA Pontuação 2417
27 Tiago Pires POR Pontuação 2371
28 Damien Hobgood EUA Pontuação 2285
29 Taylor Knox EUA Pontuação 2280
30 Jay Thompson AUS Pontuação 2275
31 Neco Padaratz BRA Pontuação 2095
32 Michael Campbell AUS Pontuação 2090
32 Daniel Wills AUS Pontuação 2090
32 Royden Bryson AFS Pontuação 2090
32 Luke Munro AUS Pontuação 2090
32 Ben Bourgeois EUA Pontuação 2090
32 Heitor Alves BRA Pontuação 2090
38 Leonardo Neves BRA Pontuação 1910
39 Rodrigo Dornelles BRA Pontuação 1905
40 Pancho Sullivan HAV Pontuação 1870
41 Travis Logie AFS Pontuação 1720
42 Aritz Aranburu ESP Pontuação 1535
42 Jihad Khodr BRA Pontuação 1535
42 Daniel Ross AUS Pontuação 1535
45 Ricky Basnett AFS Pontuação 1350
46 Nic Muscroft AUS Pontuação 900


Fonte

Abertas inscrições para a segunda etapa

Estão abertas as inscrições para a segunda etapa do Circuito Petrobras de Surfe Feminino 2008, troféu Deborah Farah. O prazo para inscrições encerra dia 22 de agosto e não haverá prorrogação.

A etapa acontece no canto do Maluf na praia de Pitangueiras, Guarujá (SP). Dependendo das condições do mar e do tempo, acontece uma Expression Session com premiação de R$ 1 mil para a manobra mais radical, em evento noturno à luz dos holofotes.

A categoria Longboard terá premiação de R$ 5 mil e conta pontos para o ranking brasileiro profissional. Essa é uma das três únicas etapas confirmadas pela Abrasp. A atleta revelação escolhida durante as três etapas do Circuito ganha o troféu Brigitte Mayer, além de uma passagem para qualquer localidade do Brasil, oferecida pela GOL Linhas Aéreas Inteligentes.

Para obter mais informações sobre inscrição, as atletas devem entrar em contato com Uidú Produções pelo telefone 21-2433-1945, ou com a Abrasp pelo telefone 21- 2235-1039.

Fonte

segunda-feira, 4 de agosto de 2008

Jacque Silva vence em Portugal e entra no G-6 do WCT

Apesar do prazo até domingo, o WQS de Cascais foi encerrado nessa sexta-feira para aproveitar as grandes ondas de 2 metros de altura na Praia do Guincho. E a etapa seis estrelas da divisão de acesso mundial terminou com festa brasileira de Jacqueline Silva. Com a vitória sobre a australiana Rebecca Woods na final, a catarinense também comemorou sua entrada no grupo das seis surfistas que o WQS indica para a elite do WCT.

O título era a condição mínima para a única bicampeã mundial da divisão de acesso do ASP World Tour alcançar a zona de classificação em Portugal. E Jacqueline derrotou duas concorrentes diretas dessa batalha para chegar à bateria decisiva. A primeira vítima foi Laurina McGrath, quando a catarinense atingiu exatos 17 pontos, marca só superada no último dia pelos 17,15 pontos de outra australiana, Jessi Miley-Dyer, na última quarta-de-final.

Depois, por uma pequena diferença, Jacque Silva despachou a neozelandesa Airini Mason na semifinal com um apertado placar de 11,85 x 11,25 pontos. Na grande final, as ondas já não apresentavam boas condições e Jacque praticamente garantiu o título com a nota 8,5 recebida logo em sua primeira apresentação. Foi a única onda boa que entrou na bateria decisiva. A brasileira ainda somou uma nota 2,60 na última onda, enquanto a australiana computou 3,50 e 2,25 no placar encerrado em 11,10 x 5,75 pontos.

A vitória rendeu um prêmio de U$S 4.500 (quase R$ 7.000) e 2.500 pontos que levaram Jacqueline Silva da 15ª para a sétima posição no ranking das nove etapas completadas em Portugal. Está logo abaixo de Bruna Schmitz, paranaense que não passou da sua estréia em Cascais, sendo eliminada junto com a paraibana Diana Cristina pela havaiana Bethany Hamilton e por outra brasileira, a catarinense Marina Werneck.

Marina Werneck terminou em 13º lugar, Bruna Schmitz ficou empatada em 25º com a paulista Suelen Naraisa e a argentina Ornella Pellizzari. Já a paraibana Diana Cristina e a paulista Cláudia Gonçalves dividiram a 37ª posição em Cascais.

As próximas etapas importantes do WQS feminino serão no Brasil, com três provas com nível 4 estrelas de 1.500 pontos. A primeira será nos dias 8 e 9 de setembro, antecedendo a igualmente próxima etapa do WCT feminino que também será disputada no Rio de Janeiro, novo palco do Billabong Girls Pro que até o ano passado era realizado em Itacaré, no litoral sul da Bahia.

Depois do Billabong Girls Pro Rio na Praia da Macumba, tem duas etapas seguidas abrindo a "perna brasileira de fim-de-ano" da ASP South America. A primeira nos dias 01 a 05 de outubro será no Costão do Santinho, em Florianópolis (SC). E nos dias 06 a 12, as meninas competem junto com os homens na estréia do Rio de Janeiro International na Praia do Arpoador, berço do esporte das ondas no Brasil.

Ranking WQS 2008 (após 9 etapas):

1º: Sally Fitzgibbons (AUS) - 9.695 pontos
2º: Jessi Miley-Dyer (AUS) - 7.520
3º: Rosanne Hodge (AFR) - 7.415
4º: Rebecca Woods (AUS) - 7.230
5º: Paige Hareb (NZL) - 7.120
6º: Bruna Schmitz (BRA-PR) - 6.790
7º: Jacqueline Silva (BRA-SC) - 6.725
8º: Alana Blanchard (HAV) - 6.695
9º: Laurina McGrath (AUS) - 6.155
10º: Claire Bevilacqua (AUS) e Bethany Hamilton (HAV)- 6.155

Fonte

Bruce Irons fatura WCT da Indonésia

O havaiano Bruce Irons manteve a hegemonia de sua família na única etapa móvel do WCT, o Circuito Mundial de surfe. O irmão mais novo de Andy, campeão em 2006 e 2007, venceu a disputa deste ano, em Bali, na Indonésia, após bater o compatriota Fredrick Patacchia na decisão.

A sétima etapa do Circuito Mundial começa no dia 7 de setembro, em Trestles, na Califórnia.

Bruce dominou a final em Bali desde o início. De cara, abriu a bateria com uma nota 6.00 contra Fred, que teve como maior soma 5.83. A dez minutos do fim, conseguiu um belo tubo e 8.33 pontos, ficando com a mão no título. No último minuto, ainda ampliou sua vantagem ao receber 9.33.

- Meu irmão ganhou esta etapa duas vezes e tudo o que eu podia pensar durante a final era em como eu queria o troféu. Foi uma etapa maravilhosa e vamos ter uma grande festa hoje à noite! – festeja Bruce, que pretende se afastar do WCT após o fim da temporada 2008, em entrevista ao site da Associação dos Surfistas Profissionais (ASP).

A disputa começou com fortes emoções neste domingo. Bruce Irons eliminou o australiano Mick Fanning, atual campeão mundial, por uma diferença mínima: 10.84 contra 10.83 pontos. Em seguida, conseguiu um grande desempenho nas quartas, somando 19.40 pontos em 20 possíveis contra o australiano Ben Dunn. Nas semifinais, derrotou o americano Chris Ward em outra disputa apertada: 13.70 x 13.50 .

Campeão em quatro das seis etapas disputadas disputadas em 2008, o americano Kelly Slater, que foi eliminado na terceira rodada da disputa em Bali pelo português Tiago Pires (que foi batido nas semifinais por Fredrick Patacchia), segue líder absoluto do ranking.

O Rip Curl The Search é a única etapa móvel do WCT. Em sua primeira edição, em 2005, foi disputada nas Ilhas Reunião. Depois, foi para o México. No ano passado, o palco foi Arica, no Chile.

Vencedores do "The Search":

2008 – Bali (IDN) – Bruce Irons (HAV)
2007 – Arica (CHI) – Andy Irons ( HAV)
2006 – La Jolla (MEX) – Andy Irons (HAV)
2005 – Ilhas Reunião – Mick Fanning (AUS

Confira as baterias realizadas neste domingo em Bali:

Final:

Fredrick Patacchia (HAV) 11.16 x 17.66 Bruce Irons (HAV)

Semifinais:

Fredrick Patacchia (HAV) 10.16 x 8.50 Tiago Pires (POR)
Bruce Irons (HAV) 13.70 x 13.50 Chris Ward (EUA)

Quartas-de-final:

Kai Otton (AUS) 14.17 x 16.50 Fredrick Patacchia (HAV)
Kieren Perrow (AUS) 11.34 x 12.00 Tiago Pires (POR)
Bruce Irons (HAV) 19.40 x 9.67 Ben Dunn (AUS)
Taj Burrow (AUS) 13.90 x 16.34 Chris Ward (EUA)

Oitavas-de-final:

Bede Durbidge (AUS) 10.67 x 11.67 Kai Otton (AUS)
Fredrick Patacchia (HAV) 19.50 x 18.40 Joel Parkinson (AUS)
Kieren Perrow (AUS) 10.00 x 6.30 Bobby Martinez (EUA)
Dayyan Neve (AUS) 5.06 x 13.77 Tiago Pires (POR)
Mick Fanning (AUS) 10.83 x 10.84 Bruce Irons (HAV)
Mikael Picon (FRA) 12.37 x 15.97 Ben Dunn (AUS)
Taj Burrow (AUS) 12.43 x 11.83 Dean Morrison (AUS)
Andy Irons (HAV) 11.33 x 18.17 Chris Ward (EUA)





Fonte

Ocorreu um erro neste gadget
Template by - Abdul Munir | Daya Earth Blogger Template | Política de Privacidade