segunda-feira, 9 de junho de 2008

Manobras no Bodyboard

360º: É uma manobra consagrada no Bodyboard, que se aplicada na parte flat da parede pode ser a abertura de uma série de complexas e inovadoras manobras. O Primeiro a saber é pra onde virar, bem: Para a direção que esta vindo da onda.
Ex.: Se é uma direita, gire para a direita.

360º invertido: Dá um giro de 360º na direção contraria a parede.

Aéreo/Aerial: Como todos os aéreos, o OFF THE LIP necessita de uma boa descida e muita velocidade. Você tem que ir em direção ao lip em um ângulo de mais ou menos 45º. Caso a onda esteja entubando aumente o ângulo para naum ser engolido pelo lip. Para uma melhor projeção, tente pegar um pouco do fechar do lip, para que que você não caia na parte de trás da onda, sendo sugado. Aponte seus braços para a praia. Tome cuidado na hora do pouco, use os cotovelos e o quadril para amenizar a queda. O melhor é aterrisar na parte onde a espuma está mais intensa, pois ameniza o impacto.

ARS: É um movimento funcional que combina um rolo e uma girada na mesma manobra aérea. Se os seus rolos aéreos são bons esse é um bom movimento a se tentar.
Como em todo movimento aéreo, executar o ARS requere muita velocidade e projeção.
- O primeiro passo é sair do lip no rolo tão alto e longe na frente da onda vocÊ consiga;
- Mais ou menos na metade do rolo deve começar o giro, girando para dentro e na direção da face da onda, onde o seu rolo começou;
- O melhor é tentar e completar a rotação enquanto você está no ar.

Back-Flip: Depois que você tiver ultrapassado o lip, posicione a prancha no abdômen, curve as costas e rotacione o corpo no alto. A dificuldade é permanecer na parede da onda, na queda. Quando você descer, estará na direção contrária da onda, tendo que se ajeitar.

CutBack: O primeiro requerimento para um bom CUTBACK, é uma boa descida. Você tem que estar certo de que o estomago e o quadril estão no fim da prancha e as duas pernas estão fora da água, para ganhar velocidade máxima. para começar, vire, direcionando a prancha para o "tubo" e coloque o seu peso na lateral que você quer virar. Quando você começar a cavar a onda faça força com o quadril e enterre o nose para assistir a virada. Levante a lateral que está fora até que a virada esteja quase completa. Retorne à posição normal e reme, para reconquistar velocidade.

Rollo: O atleta dá literalmente um rolo e roda sobre a onda.

Floater: O bodyboarder flutua sobre a espuma da onda.

Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Ocorreu um erro neste gadget
Template by - Abdul Munir | Daya Earth Blogger Template | Política de Privacidade