quinta-feira, 17 de julho de 2008

Kelly Slater vence na África do Sul e dispara no ranking

O octacampeão mundial deixou Mick Fanning em combinação na final. Mineirinho parou nas quartas, vencido pelo campeão.

Kelly Slater é mesmo um fenômeno. O americano e oito vezes campeão mundial está cada vez mais perto de conquistar, muito provavelmente por antecipação, o título mundial de 2008. O nono de sua incrível carreira.

Esta manhã, 17 de julho, Kelly derrotou Mick Fanning na final da quinta etapa desta temporada. A final foi disputada em Jeffrey’s bay, na costa leste da África do Sul. As ondas estiveram muito boas durante quase todo o campeonato, mas pioraram bastante no último dia de competição depois que um vento maral estragou as condições.

A bateria final foi disputada em ondas mexidas com cerca de 4 pés. Slater deixou Fanning em combinação – precisando de duas ondas melhores pra somar mais pontos que seu adversário na final. Foi a segunda vez nesta temporada que Kelly derrotou Mick numa final e a quarta vitória de Slater em Jeffrey’s bay, fato que garante ao americano o recorde de maior vencedor desta etapa na história.

J-bay foi uma espécie de raio x desta temporada. Quando a superioridade de Slater sobre seus adversários vem sendo inquestionável. Pelo menos estatisticamente não existem dúvidas sobre a forma imbatível que Slater exibiu durante a primeira metade desta temporada.

Além de ter vencido quatro das cinco primeiras etapas deste ano, em 2008 Kelly ainda não foi derrotado por nenhum dos top 45. O único surfista a tê-lo derrotado numa bateria do WCT nesta temporada foi o tahitiano Manoa Drolet, wild card na etapa tahitiana deste ano.

Agora a pergunta que não quer calar: quando Kelly vai acabar de vez com as chances matemáticas de seus adversários e vencer o tíitulo mundial por antecipação? Com quatro vitórias em cinco etapas disputadas, e restando apenas mais seis provas no calendário 2008 , Kelly está muitos pontos na frente de Joel Parkinson, atual segundo colocado no ranking do WCT.

Na África do Sul Adriano Minerinho foi novamente o melhor brasileiro. O paulista chegou em mais uma quarta de final em J-bay, a terceira na sua carreira – e apesar de cair duas posições no ranking, agora está em sexto lugar, continua entre os top 10.

Joel Parkinson e Taj Burrow acabaram em terceiro lugar na etapa de Jeffrey’s bay. Com este resultado, Joel continua em segundo no ranking, enquanto Taj ultrapassou Mineirinho e agora está em quinto lugar. Bede Durbidge é o atual terceiro colocado, enquanto Mick Fanning está em quarto lugar no ranking do WCT após a disputa da quinta prova desta temporada.

A próxima etapa será disputada nas esquerdas de Uluwattu, na ilha de Bali, entre os dias 30 de julho e 10 de agosto.

Final:

Kelly Slater (EUA) 16,73 x 9,40 Mick Fanning (AUS)

Semifinais

Kelly Slater (EUA) 15,00 x 14,17 Joel Parkinson (AUS)
Mick Fanning (AUS) 16,84 x 11,83 Taj Burrow (AUS)

Quartas-de-final

Joel Parkinson (AUS) 17,74 x 14,00 Bede Durbidge (AUS)
Kelly Slater (EUA) 15,17 x 9,84 Adriano de Souza (BRA)
Mick Fanning (AUS) 14,27 x 9,60 C.J. Hobgood (EUA)
Taj Burrow (AUS) 13,57 x 8,47 Andy Irons (HAV)

Brasileiros no WCT:

6 Adriano de Souza
28 Heitor Alves
32 Neco Padaratz
32 Leonardo Neves
39 Rodrigo Dornelles
42 Jihad Khodr

Texto: Rosaldo Cavalcanti


Fonte

Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Ocorreu um erro neste gadget
Template by - Abdul Munir | Daya Earth Blogger Template | Política de Privacidade