terça-feira, 18 de novembro de 2008

Red Nose Tow-in Championship Burle e Eraldo arrebentam em Maresias

Um show de surfe! Essa é expressão mais apropriada para descrever o primeiro dia de competições do Red Nose Tow-in Championship, que teve início nesta segunda-feira, 17 de Novembro, na praia de Maresias, São Sebastião - SP.

As principais duplas brasileiras da modalidade se enfrentaram em ondas que chegavam aos 9 pés, cerca de 3 metros, na chuvosa tarde do litoral paulista. Uma tempestade chegou a atrasar o começo da competição, mas não foi suficiente para impedir o início do evento, que começou com as triagens, marcadas para começar ao meio-dia, mas que só tiveram início às 13h com ondas em torno de 6 pés, que foram crescendo a cada série. Nove duplas, divididas em três baterias, buscavam as três vagas restantes para ter a chance de disputar o evento principal.

Quando o evento principal estava prestes a começar, um forte vento ameaçou entrar, parecendo que ia prejudicar a qualidade das ondas. A diretoria de prova se reuniu com atletas, e após alguns minutos de conversa, com o vento já diminuindo de intensidade e as ondas ganhando em tamanho e qualidade, ficou decidido que as baterias da primeira fase entrariam na água. Com um swell já ultrapassando os 7 pés e um vento de terral, as duplas puderam dar início as disputas dentro d’água, proporcionando um espetáculo para os presentes. Tubos, aéreos, rasgadas e alguma quedas impressionantes fizeram parte do repertório dos surfistas.

O destaque ficou por conta da dupla pernambucana Eraldo Gueiros e Carlos Burle, que somaram 34,80 de um total de 40 pontos possíveis. Eraldo, que foi o primeiro a ser rebocado, começou imprimindo um ritmo forte na bateria, e em sua última onda tirou um tubo profundo, arrancando gritos da galera presente e a nota 10 unânime dos juízes. Com a fatura praticamente liquidada, Burle só precisou manter a calma e as fortes manobras para arrancar uma nota quase perfeita, um 9,80, que garantiu a vitória fácil sobre as outras duplas. Com o 10 Eraldo já sai na frente pela disputa pelos 3 mil reais oferecidos pela organização para a melhor onda. Para Burle o excelente resultado é decorrente de muito treinamento.

“Estamos treinando muito nesse tipo de onda. Sempre que tem onda na Barra ( da Tijuca) estamos na água e hoje também contamos com a sorte”, disse Burle.

Eraldo concordou com o parceiro e completou afirmando que a escolha de ondas foi fundamental.

“Não foi nada premeditado. Entramos na água e conseguimos escolher boas ondas e isso fez a diferença no resultado final. A minha prancha está muito boa e a sintonia que nós temos foi primordial. Conseguimos fazer um bom trabalho em equipe e agora vamos com tudo para a próxima fase”, concluiu Gueiros.

As baterias das triagens – com três duplas - tiveram 30 minutos de duração com a dupla vencedora avançando para o evento principal, em que as baterias foram mais extensas, com 40 minutos, contando as duas melhores ondas de cada surfista da dupla.

RESULTADOS:

1ª Bateria

1- Formiga / Caixa D’água

2- Rodrigo Resende / Danilo Couto

3- Dado / Xepa

2ª Bateria

1- Carlos Burle / Eraldo Gueiros

2- Evaristo Kiko / Wilson Nora

3- Cristoban / Kurte

3ª Bateria

1 – Haroldo Ambrósio / Jorge Pacelli

2 – Daniks Fischer / Lucinei Mallas

3 - Joao Mauricio Jabour / Renato Phebo

4ª Bateria

1 – Sylvio Mancusi / Alemao de Maresias

2 – Paulo Moura / Marco Polo

3 - Erik Miakawa / Ademir Kalunga

5ª Bateria

1 – Everaldo Pato / Yuri Soledad

2 - Capile / De da Barra

3 – Carlinhos / Mota

Foto: Eraldo e Burle momentos antes da bateria da primeira fase, clicados por Roger Ferreira.

Data: 18/11/2008 | Autor: Redação CarlosBurle.com / roger@carlosburle.com

Para ver mais fotos do evento clique aqui

Comentários
2 Comentários

2 comentários:

Eugeniu Dodonu disse...

ok amigo, desculpa la kualker coisa, cumprimentos

Rodrigo disse...

Sem problemas Eugeniu. Um abraço e obrigado pela visita.

Ocorreu um erro neste gadget
Template by - Abdul Munir | Daya Earth Blogger Template | Política de Privacidade